Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz

Carlo Ancelotti (Treinador de Futebol)

Carlo Ancelotti
Carlo Ancelotti - Instagram
Nome CompletoCarlo Michelangelo Ancelotti
Como/pelo que é mais conhecidoTreinador de Futebol
Data Nascimento10/06/1959
61 anos, 1 mês
Local NascimentoReggiolo, Itália
Site Oficial Carlo Ancelotti
Facebook Oficial Carlo Ancelotti
Twitter Oficial Carlo Ancelotti
Instagram Oficial Carlo Ancelotti
Wikipedia Carlo Ancelotti

Carlo Ancelotti nasceu em Reggiolo, Itália, no dia 10 de junho de 1959. Entre os anos 1973 e 1975, jogou nas categorias de base do time da sua cidade, mas se transferiu para o Parma, onde ficou até 1976.

Fez sua estreia profissional na temporada 1976-77, com 18 anos. Foi essencial para ajudar o Parma a subir para a série B do Campeonato Italiano, na temporada seguinte. Ancelotti marcou 13 gols em 55 partidas. 

Em 1979 foi contratado pela Roma, e o meio-campista venceu um Campeonato Italiano, em 1982-83, e quatro Copas da Itália, em 1979-80, 1980-81, 1983-84, 1985-86. Ajudou a equipe na final da Champions League 1983-84, mas a Roma perdeu para o Liverpool nos pênaltis. Ao todo foram 171 partidas e 12 gols pelos Giallorossi

Entre 1987 e 1992, jogou pelo Milan, e também foi um dos principais jogadores na campanha em que a equipe venceu o Campeonato Italiano em 1988. Ao lado de Paolo Maldini, venceu a Champions League por dois anos consecutivos, em 1988-89 e 1989-90.

Por uma lesão no joelho, Ancelotti aposentou da carreira de jogador de futebol aos 33 anos, em maio de 1992. Pelo Milan, seu último clube, foram dez gols em 112 partidas, e venceu o Campeonato italiano por duas vezes, uma Supercopa da Itália, duas Supercopa da UEFA, dois Mundiais de Clube e um Troféu Luigi Berlusconi.

Ancelotti também jogou pela Seleção italiana e fez sua estreia em janeiro de 1981. Esteve na equipe que ficou em terceiro lugar na Copa do Mundo de 1990. Ao todo, marcou um gol nas 26 partidas em que jogou pelos Azzurri.

Em 1995, iniciou sua carreira como técnico no Reggiana, clube da sua cidade em que jogou nas categorias de base. Ficou por apenas uma temporada até ser contratado pelo Parma. Na época, a equipe tinha jogadores como Gianluigi Buffon e Fabio Cannavaro.

Foi contratado pela Juventus em fevereiro de 1999, mas ficou até o final da temporada 2000-01. Ancelotti teve a ótima marca de 63 vitórias, 33 empates e 18 derrotas com a equipe que tinha jogadores como Alessandro Del Piero e Zinedine Zidane.

Em novembro de 2001, tornou-se treinador do Milan, time em que viveu grande fase como jogador e como técnico. É um dos sete homens que venceu a Champions League nas duas posições. 

Com os Rossoneri, Ancelotti conquistou a Copa da Itália, o Campeonato Italiano, a Supercopa da itália, duas vezes a Champions League e a Supercopa da UEFA e o Mundial de Clubes por uma vez. Treinou o Milan até 2009, quando foi contratado pelo Chelsea.

Em sua primeira temporada pelo Blues, Ancelotti venceu a Premier League, a Copa da Inglaterra e a Supercopa da Inglaterra. Foi demitido em maio de 2011 após campanha frustrante, mas mesmo assim ficou em segundo lugar no Campeonato Inglês.

Assumiu, então, o comando do Paris Saint-Germain, em dezembro de 2011. Também venceu o campeonato nacional em sua primeira temporada, com 12 pontos na frente do segundo lugar, o Olympique de Marseille.

Em junho de 2013, se tornou técnico do Real Madrid em um contrato de três anos. Mais uma vez, Ancelotti conquistou grandes títulos em sua primeira temporada. Foi campeão da Copa do Rei, da Champions League, da Supercopa da UEFA e do Mundial de Clubes. 

Com isso, Ancelotti se tornou o terceiro treinador a conquistar a Champions League três vezes, junto com Bob Paisley e Zinedine Zidane. Após o vice-campeonato da La Liga, em 2014-15, foi demitido do Real Madrid, em maio de 2015.

Após uns meses sem trabalhar, assumiu o Bayern de Munique, substituindo Pep Guardiola, em dezembro de 2015. Pelo clube alemão, Ancelotti venceu um Campeonato Alemão e a Supercopa da Alemanha por duas vezes. Foi demitido em setembro de 2017.

Em maio de 2018, retornou ao futebol italiano como treinador do Napoli, mas, em dezembro de 2019, foi demitido e dias depois contratado para ser o novo técnico do Everton.

Ancelotti foi casado com Luisa Gibellini por 25 anos, e o ex-casal tem dois filhos: Katia e Davide. Este último é seu técnico assistente no Everton. Em 2014, casou-se com Barrena McClay.


Artigos relacionados a Carlo Ancelotti