Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Fórmula 1 / POLÊMICA!

F1: Alonso ‘subornou’ apoio dentro da McLaren, revela ex-mecânico

Ex-mecânico da F1, Marc Priestley fez revelações chocantes sobre Fernando Alonso quando o espanhol pilotava pela McLaren; benefícios com envelopes de dinheiro foram citados

Redação Publicado em 20/09/2022, às 14h01

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Fernando Alonso, atual piloto da Alpine na F1 - Getty Images
Fernando Alonso, atual piloto da Alpine na F1 - Getty Images

Fernando Alonso, da F1, foi mencionado em polêmica ocorrida quando pilotava na McLaren. Marc Priestley, ex-mecânico da equipe britânica, revelou ao podcast “PitStop” que o espanhol tentava “subornar” os membros da escuderia com envelopes de dinheiro. De acordo com o ex-funcionário, essa era uma das estratégias executadas pelo bicampeão para receber maior apoio nos bastidores.

“Uma das táticas de Fernando é tentar trazer a equipe inteira para o lado dele da garagem. Ele tenta lutar pelo controle”, cravou Priestley. “Houve um momento em 2007 que cheguei e o empresário de Fernando, ou seu treinador, estava entregando pequenos envelopes marrons, cheios de dinheiro para todos que não estavam no carro do Lewis [Hamilton]”.

Marc ainda completou: “A equipe dele, a equipe de suporte, eu que estava comandando a equipe de t-car, todos recebemos esses pequenos envelopes. Me lembro de abrir e ter cerca de 1.500 euros, algo assim. Era tão desonesto. Primeiro, você recebe um envelope marrom sem marcação e eu estou tipo: ‘Muito obrigado, o que é isso?’. O treinador sai, você fica com aquela coisa, abre e está literalmente cheio de dinheiro”.

À época, em 2007, Alonso disputava diretamente com o então colega na McLaren, Lewis Hamilton, pelo título. O espanhol chegava à equipe após o bicampeonato conquistado com a Renault e o britânico ainda era um calouro no grid. Além de disputas em corridas, o piloto de 41 anos prejudicava propositalmente o seu parceiro, como no GP da Hungria do mesmo ano: Fernando atrasou sua saída dos boxes para atrapalhar Lewis nas qualificatórias de posição.

Fernando Alonso na McLaren pela F1
Fernando Alonso na McLaren pela F1 (Créditos: Getty Images)

"Você começa a olhar em volta, todos os seus colegas têm [os envelopes] e [se perguntam]: 'Você abriu o seu? Quanto você recebeu?'. Aí isso começa a se espalhar, e as únicas pessoas que não receberam foram a equipe do Lewis. No fim, a equipe obviamente descobriu e nos fez doar tudo para a caridade. Foi bom, mas nos deu uma perspectiva sobre as duas mentalidades diferentes", disse Priestley.

O ex-mecânico também estabeleceu as diferenças entre os colegas, na temporada em questão: “Lewis fazia coisas diferentes, jogava pequenos jogos com a mídia. Os dois fizeram coisas certas e coisas erradas, nenhum de nós é perfeito. Mas eles montaram uma estratégia para ser o melhor piloto de F1 de formas diferentes. Ambos conquistaram ótimos resultados, mas foram abordagens diferentes”.


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!