Sportbuzz
Testeira
Esporte na TV / COMPLICADO

Galvão Bueno detona escolha do Brasil como sede da Copa América: "Quem é que corre o risco? É a nossa saúde"

Galvão Bueno deu a sua opinião sobre a escolha da Conmebol da nova sede da Copa América, e não gostou nada da novidade

Redação Publicado em 01/06/2021, às 06h33

Galvão Bueno detona escolha do Brasil como sede da Copa América - Transmissão TV Globo
Galvão Bueno detona escolha do Brasil como sede da Copa América - Transmissão TV Globo
O anúncio de que o Brasil foi escolhido como a nova sede da Copa América, feito nesta segunda-feira, 31, pegou muita gente de surpresa justamente por conta da crise sanitária provocada pelo coronavírus no país. Sobre isso, Galvão Bueno detonou a decisão, e pediu que não aconteça.
 
Durante o programa "Bem, Amigos!", Galvão Bueno criticou duramente a decisão da Conmebol, da CBF, e do governo brasileiros e cogitarem essa possibilidade em meio a mais de 140 mil mortos pelo coronavírus no país.
 
O apresentador abriu o programa com um discurso para comentar as atitudes da Confederação Sul-Americana de Futebol e tratou a situação como "política".
 
"O que era para ser um evento esportivo começa a me parecer que virou um evento e um confronto político. Não sou médico e não sou cientista. Mas ouvi muitos hoje. E quem é que corre o risco? É a nossa saúde. A saúde pública da América. Eu peço a Deus que alguém tenha uma crise de bom senso e que essa loucura não aconteça", disse.
 
Esse discurso de Galvão Bueno foi seguido pelos comentaristas presentes.
 
"Eu estou indignado com o que está acontecendo no nosso país", afirmou Casagrande.
 
A indignação do narrador se tornou ainda maior porque na semana passada, Galvão Bueno afirmou que a "Confederação Sul-Americana de Futebol vive em outro planeta" e ignora os números alarmantes da Covid-19 ao manter jogos na Argentina mesmo com as determinações no país para não ter partidas de futebol.
 
 

O anúncio da Conmebol

 
A Conmebol definiu que o Brasil será sede da Copa América 2021. Após reunião emergencial nesta segunda-feira, 31, a entidade máxima do futebol sul-americano determinou que o país realize o torneio, substituindo Argentina e Colômbia
 
A decisão aconteceu horas após a organização retirar a Argentina como sede desta edição. O país suspendeu os jogos de futebol para conter o avanço da pandemia. Novo local para a realização do torneio de seleções, o Brasil tem mais de 462 mil mortes por Covid-19. 
 
Segundo o comunicado, a Conmebol afirmou que os locais das partidas e o calendário completo serão anunciados “nas próximas horas”. As datas de início e término estão confirmadas entre 11 de junho e 10 de julho. 
 
“A Copa América 2021 será jogada no Brasil. As datas de início e final do torneio estão confirmadas. As sedes e a tabela serão informadas pela Conmebol nas próximas horas. O torneio de seleções mais antigo do mundo fará vibrar todo o continente!”, anunciou a entidade.
 
Os governos do Equador e da Venezuela se ofereceram oficialmente para receber a Copa América. Candidato informal, o Chile surgiu para dividir a sede com a Argentina, mas a Conmebol decidiu manter a competição em um único país.

A Argentina deixou de receber a Copa América por conta da situação da pandemia de coronavírus no país. No último domingo, 30, o Ministro do Interior, Wado de Pedro, afirmou que seria inviável realizar a competição. O país registrou mais de 3,6 milhões de casos e mais de 76 mil mortes por Covid-19.

Já a Colômbia abriu mão em meio aos protestos populares que o país enfrenta nas últimas semanas, contra uma proposta de reforma tributária do governo colombiano.

O Brasil realizou a última edição da Copa América, em 2019, e a organização do torneio pesou para que a Conmebol definisse o país novamente como sede. A quantidade de estádios em boas condições também foi favorável para a decisão. A Seleção Brasileira é a atual campeã sul-americana.

Inicialmente, o Brasil havia sido descartado pela CBF e Conmebol para receber o torneio. A decisão pelo país se deu para aproveitar estádios como Mané Garrincha em Brasília, Arena da Amazônia, Arena Pernambuco e Arena das Dunas em Natal.

A seleção de Tite estreia na Copa América, até o momento, no dia 14 de junho, contra a Venezuela. O Brasil está no Grupo B junto com Colômbia, Equador, Peru e os venezuelanos.

Antes da disputa da Copa América, as seleções ainda têm seus compromissos pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2021 e a Seleção Brasileira vai a campo contra Equador e Paraguai nos dias 4 e 8 de junho.

O Campeonato Brasileiro não será interrompido durante a competição.

 
 
 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!