Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Mercado da Bola / ABRIU O JOGO!

Dirigente do Atlético-MG quebra o silêncio sobre possível chegada de reforços

Equipe mineira vive momento conturbado após a derrota para o Cruzeiro

Redação Publicado em 13/04/2021, às 16h24

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Atlético-MG segue de olho no mercado da bola - Pedro Souza / Agência Galo / Atlético / Fotos Públicas
Atlético-MG segue de olho no mercado da bola - Pedro Souza / Agência Galo / Atlético / Fotos Públicas

Nesta terça-feira, 13, o dirigente Rodrigo Caetano decidiu conceder entrevista coletiva para abrir o jogo sobre o momento do Atlético-MG. Após ser derrotado pelo rival Cruzeiro, o ambiente no clube não é dos melhores.

Além de garantir a confiança no trabalho de Cuca, Rodrigo Caetano também falou sobre a possível chegada de reforços. Segundo ele, o Galo segue de olho em novas possibilidades para a temporada.

Desde que cheguei aqui, com a filosofia que foi implantada, nós trabalhamos sempre com reforços pontuais. Eu já afirmei que, obrigatoriamente, pelo tamanho do Galo, vamos estar sempre em busca de qualificar o elenco e não quantificar”, explicou Caetano.

Se tivermos que esperar mais tempo, esperar a janela do meio do ano, porque não nos interessa somente as chegadas. Nosso elenco tem um bom número, tem a necessidade do clube de realizar vendas. Nós vamos tentar sempre equilibrar o elenco, mas não por ânsia que temos de ter nosso elenco fechado. Enquanto não tivermos a certeza absoluta de que quem chegar vai agregar, nós não o faremos”, completou.

Questionado sobre uma possível preferência do Atlético-MG para reforçar um setor do campo, Rodrigo Caetano preferiu não revelar quais são os objetivos do Galo no mercado da bola.

Nunca oficializamos a busca por nenhuma posição. Nós não expomos o nosso elenco e nossas supostas carências. Quando falo que estamos indo ao mercado, é sempre para qualificar e não quantificar. Cada vez que pudermos trazer um atleta, ali na frente vamos ter que tirar alguém (...)”, concluiu.


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!