Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz

Jefferson Toddynho volta a lutar na LFA de olho em uma chance pelo cinturão

Invicto no MMA, atleta da RFT luta no dia 28 de janeiro na cidade de Cajamar, em São Paulo

Redação Publicado em 19/01/2023, às 12h57

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Toddynho busca voos maiores no LFA - LFA Brasil
Toddynho busca voos maiores no LFA - LFA Brasil

Uma das jovens revelações do MMA brasileiro, o lutador Jefferson “Toddynho” Nascimento fará a sua segunda luta pelo Legacy Fighting Alliance (LFA) no dia 28 de janeiro, quando a organização americana desembarca com sua edição de número 151 na cidade de Cajamar, em São Paulo. O compromisso vai marcar a estreia do atleta da equipe Renovação Fight Team (RFT) na categoria peso-leve (até 70kg), divisão que ele pretende atuar a partir de agora.

“Fiz algumas lutas até 77kg, mas eu vi com a minha nutricionista e com o meu preparador físico que dava para bater 70kg. Na minha última luta foi até 72kg e eu nunca tinha batido o peso tão bem quanto bati para essa luta. Então, a partir de agora essa é a minha nova categoria. Essa é a categoria que eu quero dominar e fazer ainda mais o meu nome”, explicou Toddynho.

Invicto nos cages, ele fará a sua nona luta de MMA contra o também invicto Matheus Rocha. Até aqui Toddynho soma oito vitórias, sendo duas por nocaute e três por finalização em eventos como o Shooto Brasil e o Favela Kombat. Apesar de ser apenas a sua segunda luta na LFA e a estreia em uma nova categoria, Toddynho acredita que, em caso de vitória, o seu histórico pode aproximá-lo ainda mais de uma chance pelo título da organização.

“Não acredito que essa mudança de categoria faça com que eu esteja começando do zero. Pelo meu histórico, pelo meu cartel e pela sequência de vitórias que eu conquistei até hoje, eu acredito que, se passar por mais esse desafio, uma disputa de cinturão da categoria estará mais próximo. É isso que eu estou almejando, disputar o cinturão de uma das maiores organizações de MMA do mundo, ou assinar direto um contrato com o maior evento de MMA do mundo, que é o UFC”, concluiu.


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!