Sportbuzz
Testeira

Mudanças na F1 para 2022. Uma nova era...

Inicialmente previstas para 2021, mas postergadas para 2022 em função da pandemia, as mudanças que estão sendo propostas para a fórmula 1 realmente prometem revolucionar a competição. E esta é uma ótima notícia

Carlos Orlando Barbosa Publicado em 12/08/2021, às 12h54

GP da Hungria - Getty Images
GP da Hungria - Getty Images

Serão muitas as mudanças que mexerão no visual dos carros, aerodinâmica, mecânica, hidráulica, pneus e vários outros itens.

O objetivo principal da FIA e da LIBERTY (empresa proprietária dos direitos comerciais da F1) é aumentar o número de ultrapassagens e ter maior competitividade entre as equipes.

É um excelente caminho, pois hoje assistimos carros rodando no mesmo décimo de segundo e não conseguindo fazer ultrapassagem.

Aparentemente o “braço do piloto” passará a fazer a diferença.

Principais mudanças para 2022;

- Roda de 18 polegadas. O objetivo é ter menos desgaste dos pneus. Será padrão para todas as equipes.

- Voltam as calotas nas rodas

- Asa traseira menor e mais simples. Menos efeito asa.

- Redução de 86% no downforce total (perda de 14%) ao seguir um carro.

Hoje a redução é de 55% (perda de 45%), na mesma condição.

- Novo design do bico e da asa dianteira.

- Projetos mais econômicos

- Combustível mais simples, podendo ser usados componentes padrões para todas as equipes.

- Suspensão hidráulica proibida. Serão usadas suspensões simplificadas.

- Aumento do peso mínimo de 743kg para 768 em função do aumento das rodas, aumento do peso do motor e itens de segurança.

- Motores com restrição de materiais, mais baratos e com aumento de peso.

- Proibição de exclusividade de especificações entre os fornecedores de equipamentos.

- Sistema de retenção de roda, porcas etc será padrão para todas as equipes.

- Peças da traseira do carro serão fixas.

- Várias alterações e componentes que foram desenvolvidos nos últimos anos para aumentar o desempenho e que geravam diferenciais competitivos serão abolidos.

Lewis Hamilton no Pit Stop - Créditos / Getty Images

 

Realmente serão novos tempos. Teremos carros com visuais muito diferentes e principalmente redução da diferença tecnológica entre as equipes que estava deixando a disputa muito focada em 2 equipes de ponta, Red Bull e Mercedes, um outro grupo formado com Ferrari e McLaren, seguido das outras equipes sem condições de brigarem por melhores posições.

Com toda certeza os engenheiros estão debruçados sobre as novas normas procurando brechas para desenvolver o melhor carro para suas equipes. O segredo estará nestes desenvolvimentos.

As normas atuais são de 2017 e vimos que a Mercedes foi a equipe que fez o melhor trabalho neste período. Desenvolveu um carro que ganhou tudo.

Agora o jogo é outro. Todos partem praticamente do zero... Que venha 2022!


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!