Sportbuzz
Testeira
Colunistas / Carlos Orlando Barbosa / Formula 1 - 18ª ETAPA – GRANDE PRÊMIO DO MÉXICO

18ª ETAPA – GRANDE PRÊMIO DO MÉXICO

Com uma arrancada fantástica, Max Verstappen ultrapassa Hamilton e Bottas na largada e garante a vitória no GP do México

Redação Publicado em 08/11/2021, às 11h08

Max Verstappen e Lewis Hamilton no GP do México - Getty Images
Max Verstappen e Lewis Hamilton no GP do México - Getty Images

Está ficando cada vez mais difícil a vida do Lewis Hamilton e da Mercedes no campeonato de 2021.

Já se sabia que a Red Bull tinha um carro mais ajustado para o autódromo Hermanos Rodríguez, na Cidade do México e que seria a grande favorita.

O que ninguém esperava é que a Mercedes fosse tirar um “coelho da cartola” e fazer a dobradinha no treino de classificação no sábado.

Valtteri Bottas na última volta garantiu a pole, seguido de Hamilton, Verstappen, Sérgio Perez/Red Bull, Pierre Gasly/Alpha Tauri.

Deu até para acreditar que a Mercedes estivesse escondendo o jogo e iria surpreender o favoritismo da Red Bull.

Mas no domingo, já na largada, o choque de realidade.

Bottas e Hamilton largaram juntos, mas por uma falha, Bottas deixou uma “avenida” no lado esquerdo da pista que permitiu à Verstappen uma ultrapassagem espetacular, freando em cima da curva 1.

Verstappen assumiu a liderança e não foi mais ameaçado por Hamilton, que chegou a ficar 19s atrás do líder.

Carro de Max Verstappen no GP do México - Créditos / Getty Images

 

Para desespero da Mercedes, Bottas ainda teve uma batida na largada com Daniel Ricciardo/McLaren e caiu para 18ª posição, deixando a briga com a Red Bull somente para o Hamilton.

Para se redimir um pouco, Bottas conseguiu a volta mais rápida tirando 1 ponto que estava com o Verstappen.

Com Verstappen isolado na frente e Hamilton sem condições de alcançá-lo, a ameaça passou a ser o Sérgio Perez e toda torcida mexicana.

Na 30ª volta, Hamilton foi para os boxes com 1.7s de vantagem sobre o Perez.

Este pode ter sido um erro estratégico da Red Bull. Perez foi parar somente na volta 41, voltando 9.8s atrás do Hamilton.

Nas últimas voltas, Perez alcançou Hamilton, chegando a 0.8s na volta 70, mas não conseguiu a ultrapassagem e garantiu a 3ª posição.

A festa da torcida mexicana pelo desempenho do Sergio Perez, o Checo como é chamado, foi contagiante. Mais de 350.000 ingressos vendidos. Uma festa como se fosse final de campeonato.

Max Verstappen e Sérgio Perez - Créditos / Getty Images

 

No pelotão intermediário, os destaques foram para Pierre Gasly que levou a Alpha Tauri a 4ªposição e para a Ferrari que fez a dobradinha na 5ª e 6ª posições com Charles Leclerc e Carlos Sainz Jr respectivamente.

O cenário para a Mercedes está bem complicado.

É evidente que o melhor seria fazer as alterações necessárias na unidade de potência do carro do Hamilton. Somente assim poderia ter uma melhora no desempenho que permitisse superar o conjunto da Red Bull e reverter a vantagem no campeonato.

O problema é que isso significará a punição com perdas de posições no grid. No GP da Turquia, quando foram alteradas partes do motor, o resultado foi desastroso. Hamilton perdeu 10 posições e terminou em 5°.

A Red Bull foi mais competente. Fez todas as alterações na UP e largou na 20ª posição no GP Rússia, mas terminou em 2º...

Continuar com este motor sem as alterações necessárias pode significar a briga pelo segundo lugar e o distanciamento ainda maior do campeonato, ou torcer para um desastre na Red Bull.

Como exemplo da dificuldade para a Mercedes; faltando 4 etapas e com 19 pontos de vantagem para Verstappen, se considerarmos hipoteticamente que somente os dois irão vencer as próximas etapas, o Hamilton teria que vencer todas as 4 etapas para sonhar com o título.

Como este ano está sendo o mais extraordinário em termos de emoções, podemos contar que teremos chuvas, batidas, punições etc, que poderão alterar a qualquer momento os rumos do campeonato.

É com isso que a Mercedes conta...

O GP DO BRASIL tem tudo para ser fantástico e decisivo para o campeonato. A CORRIDA SPRINT garante mais 3 pontos ao vencedor, que nesta altura do campeonato tem peso de ouro.

O GP DO BRASIL será no dia 14 de novembro

Pódio do GP do México - Créditos / Getty Images

 

MUNDIAL DE PILOTOS (10+)

1-M. Verstappen, 312,5 pontos

2-L. Hamilton, 293,5 pontos

3- V. Bottas, 185 pontos

4- S. Pérez, 165 pontos

5- L. Norris, 150 pontos

6- C. Leclerc, 138 pontos

7- C. Sainz Jr, 130,5 pontos

8- D. Ricciardo, 105 pontos

9- P. Gasly, 86 pontos

10- F. Alonso, 60 pontos

 

MUNDIAL DE CONSTRUTORES (5+)

1-Mercedes, 478,5 pontos

2-Red Bull/Honda, 477,5 pontos

3-Ferrari, 268,5 pontos

4-McLaren/Mercedes, 255 pontos

5-Alpine/Renaut, 106


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!