Sportbuzz
Testeira
Mercado da Bola / DESISTIU

São Paulo: Rogério Ceni toma decisão sobre busca por Pedrinho

São Paulo se interessou pela contratação de Pedrinho, do Shakhtar Donetsk, e Rogério Ceni tomou uma decisão importante sobre a possível contratação do jogador

Redação Publicado em 11/03/2022, às 07h17

São Paulo toma decisão sobre busca por Pedrinho - GettyImages
São Paulo toma decisão sobre busca por Pedrinho - GettyImages

O São Paulo tomou uma decisão importante em meio a busca pelo meia-atacante Pedrinho, do Shakhtar Donetsk. A equipe paulista não tem mais o interesse de negociar a contratação do jogador, pelo menos foi o que o técnico Rogério Ceni deixou bastante claro na coletiva de imprensa na noite desta quinta-feira, 10, depois da derrota para o Palmeiras por 1 a 0.

"Com relação ao Pedrinho, liguei para ele e falei com ele durante três minutos e dez segundos. Se você quiser, tenho a ligação no meu celular o tempo que falei. Segundo o rapaz que trabalha com ele, disse que falei 30 minutos com ele, mas não, três minutos e dez segundos. Gosto muito dele, acho muito bom jogador, mas neste momento não tenho mais interesse em contar com ele", contou o treinador antes de completar.

Canal - SportBuzz

"Acho que eles têm que levar para outro lugar. Apesar de gostar muito dele, achar um belíssimo jogador de um pra um. Conversei com ele... Hoje já não tenho mais interesse em trabalhar com ele no São Paulo", disse Rogério concluindo com a fala sobre o diálogo que teve com o jogador.

Vale lembrar que Pedrinho recebeu uma liberação dada pela Fifa para procurar outro clube que desejasse atuar por conta da guerra na Ucrânia, que deixou jogadores brasileiros sem saída. Sobre esse assunto, Rogério Ceni aproveitou para falar sobre a linha que a diretoria adotou sobre as possibilidades de negócio com clubes ucranianos e russos.

São Paulo desiste de contratar Pedrinho
São Paulo desiste de contratar Pedrinho (Crédito: GettyImages)

 

"Vou na linha do Belmonte. O maior reforço que a gente pode ter é tentar fazer, dentro das dificuldades que o clube atravessa, colocar as coisas em dia para os atletas que aqui estão", contou Ceni, reforçando a ideia do diretor Carlos Belmonte, que quer acertar os direitos de imagem atrasados e outros débitos com o atual elenco.

Por conta disso, ainda que o clube tenha sonhado em poder contar com alguns dos atletas que atuavam na Ucrânia, mas que agora estão livres no mercado por conta de guerra, o Tricolor ainda vive uma grave crise financeira, tendo uma dívida que está quase alcançando a casa dos R$ 700 milhões.

"O segundo processo é, vamos fazer propostas a esses atletas ou vamos continuar analisando o mercado pra ver como as coisas vão ficar? Nosso posicionamento hoje é esse: não vamos fazer propostas a ninguém. Qualquer recurso que entrar, tenho como prioridade esse passivo que está aqui desde 2020", explicou o dirigente ao site "GE".


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!