Sportbuzz
Testeira
Mercado da Bola / VISH!

Saiba como vestiário do PSG pode influenciar na ida de Pochettino para o United

Pochettino ainda não conseguiu engrenar como treinador do PSG e o Manchester United pensa na contratação do argentino para substituir Solskjaer

Redação Publicado em 22/11/2021, às 13h06 - Atualizado às 13h22

Pochettino pode trocar o PSG pelo Manchester United - GettyImages
Pochettino pode trocar o PSG pelo Manchester United - GettyImages

O Manchester United está à procura de um treinador para o restante da temporada. Diversos nomes estão sendo cogitados para assumir o clube, mas um dos mais fortes é o de Mauricio Pochettino, que atualmente comanda o PSG. O argentino ainda não conseguiu convencer com seu trabalho na França e a possibilidade de retornar para Inglaterra existe. 

O treinador, que já trabalhou no Southampton e Tottenham, de acordo com informações do "Daily Mail", não estaria feliz no Paris Saint-Germain. Seguindo as informações do veículo inglês, Pochettino tem tido dificuldades para lidar com o vestiário do PSG, principalmente na maneira de tratar diversas estrelas, e esse fator pode ser predominante para sua ida ao Manchester United.

 

Ainda segundo a publicação, Pochettino estaria frustrado com a dificuldade em admibistrar os "egos" no vestiário do PSG. Outro ponto importante e que pode facilitar uma ida do argentino para o Manchester United é sua família. Todos os membros próximos do técnico moram em Londres e a proximidade com os familiares poderia pesar na sua escolha. 

Além de Pochettino outros grandes nomes do futebol mundial também estão sendo discutidos internamente pelo Manchester United. Treinadores como Zidade, Erick ten Hag, Brendan Rodgers e Ralf Rangnick estão se colocados na mesa. Junto com o do argentino, Zizou também tem sido colocado como favorito para assumir o clube. 

SAIBA COMO FOI A DEMISSÃO DE SOLSKJAER!

Neste domingo, 21, a diretoria do Manchester United anunciou a demissão de Ole Gunnar Solskjaer do comando, depois de mais um vexame da equipe inglesa na Premier League. Já vindo de um momento conturbado, o treinador não resistiu no cargo depois da goleada por 4 a 1 sofrida para o Watford, neste sábado, 20.

No comunicado oficial da demissão, o United justificou que a decisão foi tomada por conta dos resultados "desapontantes" que foram vistos nas últimas semanas. Porém, o clube reforçou que isso não vai apagar todo o trabalho realizado pelo norueguês ao longo dos três últimos anos com o objetivo de "reconstruir as bases para um sucesso a longo-prazo".

"Ole sai com nossos sinceros agradecimentos por seus esforços incansáveis ​​como técnico e nossos melhores votos para o futuro. O seu lugar na história do clube estará sempre garantido, não só pela sua história como jogador, mas como um grande homem e um treinador que nos proporcionou muitos grandes momentos. Ele será para sempre bem-vindo de volta a Old Trafford como parte da família do Manchester United", diz um trecho do comunicado dos Reds.

Na mesma nota emitida pelo clube, o Manchester United confirmou que agora a equipe será comandada de forma interina por Michael Carrick, ex-jogador dos Red Devils e que era auxiliar de Solskjaer. Seu primeiro compromisso será já na próxima terça-feira, 23, no duelo contra o Villarreal, pela Champions League.

"Michael Carrick vai agora assumir o comando da equipe para os próximos jogos, enquanto o clube procura nomear um treinador interino até ao final da temporada", informou o clube, que ainda deu a entender que não vai fazer a contratação de um técnico efetivo neste primeiro momento da temporada inglesa.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!