Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Mercado da Bola » CHEGOU!

Mesmo após críticas da torcida, Marcelo Benevenuto, ex-Botafogo é anunciado pelo Fortaleza!

Clube emitiu uma nota esclarecendo a contratação do jogador em meio a polêmicas

Redação Publicado em 01/04/2021, às 08h37

Marcelo Benevenuto, jogador do Botafogo em campo
Marcelo Benevenuto, jogador do Botafogo em campo - GettyImages

Na noite desta quarta-feira, 31, o Fortaleza anunciou a contratação do zagueiro Marcelo Benevenuto. Como ele só teve o Botafogo como clube da carreira, o jogador de 25 anos vai atuar pela primeira vez fora do clube carioca.

Agora, o vínculo do atleta com o Leão do Pici é por empréstimo e vai até o fim da temporada de 2021.

Antes de chegar até a base do Botafogo, MarceloBenevenutopassou pelas divisões inferiores do Resende, do Rio de Janeiro.

O zagueiro é o 10° reforço da equipe para a temporada de 2021. Além dele, o Fortaleza também anunciou YagoPikachu, Daniel Guedes, Lucas Crispim, Éderson, Matheus Jussa, Gustavo Blanco, Isaque, Wellington Nem e Robson.

Dentre todos esses nomes, Benevenuto é a primeira peça do Fortaleza para a zaga.

Apesar de ser um ponto positivo para o clube, a chegada de MarceloBenevenuto veio cercada de críticas.

O perfil "FEC para Elas" postou uma manifestação contra a contratação do jogador, que foi acusado de agredir a namorada. Ele foi denunciado em 2017, mas a ação foi arquivada pela falta de provar para acusar o zagueiro.

No entanto, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro fez uma nova denúncia contra o jogador e as investigações atrasaram por conta da pandemia de coronavírus.

Por conta das críticas, o Fortaleza lançou uma nota oficial em conjunto com o anúncio de Marcelo Benevenuto esclarecendo que pode rescindir com o zagueiro em caso de condenação.

Confira o comunicado do clube na íntegra:

"O Fortaleza Esporte Clube vem a público informar, acerca do processo judicial envolvendo o atleta Marcelo Benevenuto, que o jogador aguarda oportunidade para manifestar-se em sua defesa perante o respectivo juízo competente. O inquérito de 2017 concluiu pela inexistência de elementos suficientes para configuração de crime, arquivando o caso.

O Ministério Público do Rio de Janeiro reabriu o processo e ao clube não cabe a antecipação qualquer ação condenatória (sem que tenha havido análise e julgamento dos fatos pelo Poder Judiciário).

Para fins de resguardar-se em seus princípios, o clube firmou cláusula contratual que possibilita a rescisão, a qualquer tempo, em caso de haver condenação judicial do atleta".


 
 
 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!