Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Mercado da Bola / COMPLICADO!

Bahia acerta com lateral, mas torcida reage e se revolta; entenda!

Por meio das redes sociais, Bahia observou enorme campanha dos torcedores para que a negociação não seja confirmada; entenda os motivos!

Redação Publicado em 01/08/2022, às 16h53 - Atualizado às 18h36

Bahia segue reforçando o elenco - Felipe Oliveira / EC Bahia / Flickr
Bahia segue reforçando o elenco - Felipe Oliveira / EC Bahia / Flickr

Nesta segunda-feira, 01, o Bahia encaminhou a contratação do lateral-direito Marcinho, que estava sem clube desde que deixou o Athletico-PR no início desta temporada. Aos 26 anos, o atleta já está treinando no CT do clube e aguarda os últimos detalhes para ser confirmado como novo reforço para a sequência da Série B.

A informação foi divulgada inicialmente pelo jornal “Correio”. Apesar da chegada do novo reforço, o Bahia não conseguiu se animar por conta do avanço na negociação. Isso porque os torcedores iniciaram uma forte campanha para protestar contra a chegada de Marcinho, que responde a processo judicial depois de atropelar e matar um casal de professores.

Apesar de tudo isso, o Bahia não parece preocupado com a situação jurídica de Marcinho e promete anunciar a chegada do jogador nos próximos dias. Nas redes sociais, os torcedores fazem de tudo para que o clube desista da contratação. O motivo principal alegado pela torcida é o crime cometido pelo lateral no final de 2020.

De acordo com o processo instaurado, Marcinho foi indiciado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. No entanto, o lateral não prestou socorro no momento do acidente e sequer chegou a ficar alguns dias detido por conta do episódio. Desde dezembro de 2020, o lateral-direito aguarda o julgamento para conhecer seu futuro.

Marcinho vibrando com título
Bahia acertou a contratação do lateral Marcinho (Crédito: GettyImages)

Ainda segundo a publicação, Marcinho fez um acordo com alguns parentes das vítimas para dar apoio financeiro depois do acidente. Vale destacar que o lateral nunca se pronunciou oficialmente sobre o trágico episódio e segue vivendo sua vida dentro do futebol brasileiro, já que está proibido de deixar o país antes do julgamento.

"A responsabilidade me faz tomar decisões importantes e a contratação do Marcinho foi uma delas. Entendendo o histórico que eu tenho com Marcinho, um jogador que eu tive o prazer de trabalhar na base do Botafogo, um jogador que recebi lá quando tinha 15, 16 anos. Conheci a sua conduta, o seu caráter e todo o entorno do Marcinho. É um jogador que sempre foi profissional em suas condutas, sério e dedicado", defendeu Eduardo Freeland, dirigente do Bahia, em vídeo nas redes sociais.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!