Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Mercado da Bola » SERÁ?

Apesar de dizer que o Grêmio é seu time do coração, Felipão despista sobre possível acerto

Felipão é o nome mais cotado pela diretoria do Grêmio para assumir o comando no lugar de Tiago Nunes

Redação Publicado em 05/07/2021, às 09h14

Felipão despista sobre possível acerto com o Grêmio
Felipão despista sobre possível acerto com o Grêmio - GettyImages

Sem clube desde janeiro, quando deixou o comando do Cruzeiro, Felipão está entre os nomes favoritos para assumir o comando do Grêmio, que ficou sem treinador após a saída de TiagoNunes.

Em entrevista na noite deste domingo, 4, para a "TV Gazeta", o treinador revelou já ter recebido propostas, e que tem o desejo de comandar uma seleção na próxima Copa do Mundo, desanimando, de certa forma, quem torcia pelo seu retorno ao Tricolor.

Sobre seu nome ter sido rapidamente relacionado como substituto de Tiago Nunes, Felipão não comentou muito sobre o assunto, e preferiu despistar.

"É a minha equipe de coração, que gosto, mas não vou falar de algo que não tenho nem ideia, é um assunto que faz parte da direção do Grêmio, não estou lá para dizer nada", disse o treinador.

Felipão deixou o Cruzeiro no final de janeiro, depois de três meses de trabalho. O treinador reforçou que recebeu muitas propostas desde então, mas a prioridade era sua saúde durante a pandemia de coronavírus.

"Desde que saí do Cruzeiro tive seis ou sete propostas, mas entendemos que não era momento exato, até pelo que envolvia a pandemia. Tenho 72 anos e preciso ter certa preocupação com a saúde", explicou.

Já tendo comandado a Seleção Brasileira e Portuguesa, Felipão esteve à frente do lusitano por cinco anos, e a Canarinho por dois anos, incluindo a Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

Diante disso, o gaúcho revelou sua ambição de voltar a disputar uma Copa e quem sabe, quebrar recordes.

"Eu não tenho uma proposta oficial, apenas uma sondagem para trabalhar por outra seleção, em termos de América do Sul, e que pode ir à Copa", contou.

"Se por acaso fechar contrato e for trabalhar nessa classificação, eu vou brigar de todas as formas para ir a outra Copa e conseguir um título inédito de ser o técnico que mais jogou uma Copa, ou que tenha mais vitórias", destacou.

Com 72 anos, Felipão continua disponível no mercado e busca uma oportunidade para um novo trabalho. Confiante e otimista, o técnico sabe o que pode oferecer.

"Não sei se vai acontecer algo com seleção ou clube, mas pretendo trabalhar e tenho uma equipe que me auxilia bem. Acho que podemos dar uma ideia de trabalho muito boa tanto para um clube quanto seleção", finalizou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!