Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Coronavírus » DRAMA

Montillo revela aproximação recente com o pai, vítima do coronavírus

Em intervalo curto de dias, pai e avô do meia argentino foram vítimas da doença: “A vida golpeia”

Gabriela Santos Publicado em 23/04/2020, às 10h16

Montillo revela aproximação recente com o pai, vítima do coronavírus
Montillo revela aproximação recente com o pai, vítima do coronavírus - YouTube

Na última semana, o meia Montillo viu seu pai, Walter, e seu avô, Oscar, serem vítimas da Covid-19. Os dois morreram em um intervalo curto de dias, e o jogador ainda acompanhou sua mãe ser internada em decorrência da doença.

O jogador que teve passagens por Cruzeiro, Santos e Botafogo revelou que vivia um drama familiar. Em entrevista ao jornal "El Mercurio", Montillo disse que voltou a falar com o pai recentemente, depois de seis anos distante.

“Há tempos estávamos distantes de meu pai, cerca de seis anos. No ano passado, começamos a nos falar novamente, íamos aos poucos, e aconteceu isso. Me abalou a [morte] do meu pai, porque se está longe e não se pode ajudar. Gostaria que fosse de outra maneira, ter feito tudo antes, mas não tivemos a chance. Às vezes, a vida golpeia, mas é preciso seguir, matar no peito. Minha esposa e filhos precisam que eu esteja bem. Seguimos passando pela dor, lembrando de meu pai nos bons momentos, e não quando houve problemas. É a melhor maneira de lembrá-lo”, declarou Montillo.

O jogador também comentou que sua mãe está prestes a receber alta do hospital, uma vez que está bem e não apresenta sintoma da doença, apenas aguardando o encerramento do período de incubação. Atleta da Universidad de Chile, Montillo detalhou que acompanha o caso por teleone, já que não pode viajar para a Argentina por conta das medidas de isolamento social.

“De longe, não se pode ajudar, e isso é o que mais me dói, porque à distância não se pode fazer muito. Uma vez que isolam as pessoas, tem que começar a acreditar nos médicos e rezar para que saia tudo bem. Lamentavelmente, com meu avô e meu pai não aconteceu, mas minha velha está lutando, e isso me deixa feliz”, disse Montillo.

Sobre seu futuro, o argentino disse que não sabe o que fazer diante da longa pausa do futebol em decorrência da Covid-19. Aos 36 anos, ele tem contrato com de um ano com a La U, que se encerraria no fim de 2020.

“Decidi ver em novembro, como estou jogando, qual é minha situação e a do time. Pensarei muito bem o que fazer. No momento, é o último ano que vou jogar. Nesse mês vou avaliar se estou bem para seguir ou para dar um passo para a aposentadoria. É uma decisão familiar, e é muito difícil manter um nível competitivo na posição em que jogo quando se está mais velho”, completou.


 

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!