Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Coronavírus / TÊNIS

Novak Djokovic é novamente detido em hotel na Austrália

Após suspensão de visto, tenista Novak Djokovic volta a ser detido em hotel e aguarda nova audiência para definir destino na Austrália

Redação Publicado em 15/01/2022, às 14h14

Novak Djokovic é novamente detido em hotel na Austrália - GettyImages
Novak Djokovic é novamente detido em hotel na Austrália - GettyImages

A situação de Novak Djokovic na Austrália ganhou mais um episódio neste sábado, 15. Depois de ter o visto de entrada no país suspenso novamente, o tenista sérvio voltou a ser detido no hotel onde ficou quando desembarcou em solo australiano, na última semana. Uma sessão extraordinária está marcada para domingo (noite de sábado no Brasil) para definir o destino do número 1 do mundo.

Na Austrália para a disputa do Australian Open, primeiro Grand Slam do ano, Djokovic voltou para o Park Hotel depois que Alex Hawke, Ministro da Imigração, anunciou a revogação do visto do sérvio. A deportação do tenista não foi autorizada imediatamente. A decisão da audiência deste domingo deve ser definitiva.

Canal - SportBuzz

A decisão pelo cancelamento do visto de Djokovic veio depois de na última quarta-feira, 12, o sérvio ter admitido não ter cumprido o isolamento necessário depois de ter testado positivo para o coronavírus, além de revelar que houve um erro no preenchimento do formulário que foi apresentado na imigração.

A ideia até então era que ele fizesse sua estreia no Australian Open diante do compatriota Miomir Kecmanovic, na próxima segunda-feira, 17. A defesa do atleta criticou a decisão de Hawke e afirmou que o tenista não deve ser “punido” por declarações feitas em 2020. Nesta semana, Djokovic confirmou que não cumpriu o período de isolamento após testar positivo para a Covid-19.

Djokovic tem visto cancelado novamente
Djokovic tem visto cancelado novamente (Crédito: GettyImages)

“O Sr. Hawke escolheu remover da Austrália um homem de boa reputação e prejudicar sua carreira por causa dos comentários que Djokovic fez em 2020. Ele não tem base racional para dizer que a decisão que toma é para evitar maior sentimento antivacina, que ele está tentando minimizar. É patentemente irracional que Djokovic excite o sentimento antivacinação. É uma abordagem radicalmente nova do governo federal”, declarou o advogado Nicholas Wood


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!