Sportbuzz
Testeira
Colunistas / Carlos Orlando Barbosa / GRANDE PRÊMIO DA TURQUIA

Mercedes e Hamilton não se entendem e perdem pontos importantes para o campeonato

Piloto e montadora não se entendem quanto à troca de pneus, Hamilton perde posições e acaba chegando em 5º; Bottas lidera

Carlos Orlando Publicado em 11/10/2021, às 17h58 - Atualizado às 18h18

Mercedes e Hamilton não se entendem e perdem pontos importantes para o campeonato - Getty Images
Mercedes e Hamilton não se entendem e perdem pontos importantes para o campeonato - Getty Images

Com a decisão de mexer no motor do carro do Lewis Hamilton e consequentemente ser penalizada em 10 posições, a Mercedes já esperava um fim de semana bastante desafiador no circuito de Istambul.

A estratégia era evitar a vitória de Max Verstappen e Hamilton conseguir a melhor pontuação possível, evitando assim o distanciamento do holandês no campeonato de pilotos.

No sábado, com a pista molhada, a estratégia começou a funcionar. Com motor novo, a Mercedes dominou o treino de classificação e colocou os dois pilotos na primeira fila, que ficou com Hamilton/Valteri Bottas/Verstappen/Charles Leclerc-Ferrari e Pierre Gasly-Alpha Tauri.

No domingo, em função da penalização, Hamilton largou em 11º , com Bottas na pole e com a missão de garantir a vitória.

Bottas largou muito bem não dando nenhuma chance para aproximação de Verstappen. O único incidente na largada foi com Fernando Alonso-Alpine e Gasly, mas sem consequências. O problema para Hamilton foi largar atrás do japonês Yuki Tsunoda da Alpha Tauri, motor Honda, o mesmo da Red Bull...

Nitidamente a missão do Tsunoda era segurar Hamilton o máximo possível, e ele foi muito competente. Segurou Hamilton por longas oito voltas, o que permitiu uma vantagem de 17s para Verstappen. Tsunoda atrapalhou tanto, que na 15ª volta, Hamilton já estava na 5ª posição, mas ainda à 15s de Verstappen.

Na volta 37, Verstappen foi para os boxes para troca de pneus (intermediários). Boa troca com 2.1s. Na volta 38 Bottas e Sergio Pérez também trocam para intermediários.

Este foi o erro estratégfico da Mercedes pois também deveria ter chamado Hamilton para a troca dos pneus. O motor Mercedes estava com desempenho melhor do que o motor Honda. Trocando os pneus na volta 38 e com 20 voltas para o final, daria tempo para uma recuperação na pista.

Na volta 41, a Mercedes chamou Hamilton , mas ele não concordou, pois estava virando bem e considerou que daria para finalizar a corrida com os mesmos pneus.

Na volta 48 Leclerc perdeu a 1ª posição para Bottas e foi para os boxes, retornando em 4º. Neste momento, a classificação ficou com Bottas/Verstappen/Hamilton e Leclerc. Com este resultado a diferença no campeonato de pilotos seria de 1 ponto a favor de Verstappen.

Até que, na volta 51, a Mercedes chamou novamente Hamilton para os boxes, quando ele estava com vantagem de 14 segundos para Leclerc. Na 3ª posição, o piloto foi para os boxes e colocou pneus intermediários. Embora com um bom tempo de 2.3s na troca, o inglês voltou na 5ª posição, atrás de Leclerc e Pérez.

Hamilton reclamou muito desta parada. Na avaliação dele, com 14s de vantagem sobre o 4º colocado, faltando sete voltas para o final, daria para se manter na pista sem a troca de pneus e terminar ainda em 3º lugar. Depois, reconheceu que errou e o melhor era ter parado antes, pois os pneus estavam muito desgastados e não suportariam mais sete voltas.

A Mercedes errou na estratégia. Deveria ter chamado Hamilton junto com Bottas. Os pneus intermediários, com pista molhada, levam muito tempo para aquecerem. Tanto que, com pneus novos, em sete voltas, o piloto não conseguiu fazer a melhor volta.

Já Bottas teve um final de semana excepcional, fazendo a pole, ganhando a corrida, evitando que Verstappen conseguisse os 25 pontos e ainda conseguindo o ponto extra pela melhor volta. Evitou que a diferença fosse para 13 pontos... 

Tsunoda, atrapalhou bem a corrida de Hamilton, mas a falta de entendimento entre o inglês e a Mercedes custaram alguns pontos importantes para o campeonato. O GP terminou com Bottas/Verstappen/Perez/Leclerc/Hamilton. O próximo GP será nos USA, circuito das Américas, dia 24 de outubro 2021.

MUNDIAL DE PILOTOS (10+)

1- M. Verstappen, 262,5 pontos
2- L. Hamilton, 256,5 pontos
3- V. Bottas, 177 pontos
4- L. Norris, 145 pontos
5- S. Pérez, 135 pontos
6- C. Sainz jr, 116,5 pontos
7- C. Leclerc, 116 pontos
8- D. Ricciardo, 95 pontos
9- P. Gasly, 74 pontos
10- F. Alonso, 58 pontos

MUNDIAL DE CONSTRUTORES (5+)

1- Mercedes, 433,5 pontos
2- Red Bull/Honda, 397,5 pontos
3- McLaren/Mercedes, 240 pontos
4- Ferrari, 232,5 pontos
5- Alpine/Renaut, 104


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!