Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Tênis / NÃO FOI CONDENADO

Nick Krigos admite agressão à ex-namorada, mas não é condenado

Nesta sexta-feira, 3, o tenista Nick Krigos admitiu ter agredido sua ex-namorada, mas após o julgamento feito na Austrália ele não foi condenado pelo ato

Redação Publicado em 03/02/2023, às 19h48

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Nick Kyrgios assume agressão, mas não é condenado - Getty Images
Nick Kyrgios assume agressão, mas não é condenado - Getty Images

Nesta sexta-feira, 3, Nick Kyrgios, finalista de Winbledon, admitiu ser culpado por agredir sua ex-namorada, na Austrália. O caso foi julgado na cidade natal do tenista, Canberra, e ele foi absolvido. De acordo com os juízes, se trata de uma agressão comum como um “ato de estupidez e frustração”, mas sem ter sido premeditado.

A situação em discussão aconteceu em janeiro de 2021, quando o tenista teria empurrado sua ex-namorada contra o chão. Tempos depois, o psicólogo do atleta, Sam Borenstein, disse em um relatório que o acontecido foi em uma época que Kyrgios sofria com depressão e tinha usado álcool e drogas.

O psicólogo ainda falou que a saúde mental do australiano ficou em perigo e levou um comportamento imprudente. Além disso, a lesão recente que o atleta de 27 anos sofreu no joelho o trouxeram sintomas leves e moderados de depressão. No entanto, segundo o profissional, a parte psicológica dele vem sendo recuperada aos poucos.

Anteriormente, os advogados de Kyrgios tinham pedido que a acusação fosse rejeitada por conta dos problemas de saúde mental, mas o pedido não foi aceito. Em sequência, também não houve registro de crime. O primeiro processo entrou em evidência em 2021 mesmo, quando o episódio aconteceu.

Nick Kyrgios em ação (Crédito: Getty Images)
Nick Kyrgios em ação (Crédito: Getty Images)

Jane Campbell, juíza encarregada do caso, negou o crime alegando que foi o mínimo de gravidade para uma agressão comum. Um psicólogo entrou em contato com Tribunal de Magistrados do Território Capital e disse que o tenista sofreu de ideia suicida, durante o período que teve uma recaída em sua saúde mental. Porém, Kyrgios já está recuperado desses eventos e inocentado da agressão que cometeu.


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!