Sportbuzz
Testeira
Lutas / MMA / UAU!

Lutador fica desfigurado após lesão em combate, e nem celular o reconhece

Rico Verhoeven estava defendendo o cinturão dos pesos-pesados no último final de semana, mas levou um soco tão forte que ficou com o rosto quase irreconhecível

Redação Publicado em 29/10/2021, às 09h37

Rico Verhoeven, lutador dentro do ringue segurando um microfone - GettyImages
Rico Verhoeven, lutador dentro do ringue segurando um microfone - GettyImages

É impressionante o poder que um soco tem! No último sábado, 23, o campeão peso-pesado de kickboxing, Rico Verhoeven defendia seu título na categoria. Ainda que tenha terminado a luta como o grande vencedor, durante o confronto o lutador sofreu um golpe que "desfigurou" tanto seu rosto que o dispositivo de leitura facial de seu celular tem dificuldade em reconhecê-lo.

Rico Verhoeven estava participando do evento "Glory Collision 3", que está sendo sediado em Arnhem, na Holanda. A luta, diante de Jamal Ben Saddik foi finalizada por ele no quarto round, e a consequência veio depois. No segundo round ele já havia sofrido um grande corte abaixo de seu olho esquerdo, que foi inchando.

Na entrevista coletiva concedida depois da luta, o atleta de 32 anos estava com uma toalha toda manchada de sangue, enquanto o ferimento ainda estava bastante inchado. O lutador foi questionado por um repórter se a leitura facial do seu celular ainda poderia reconhecê-lo, mesmo com aquela lesão. 

Em entrevista ao canal do Youtube MMAFightingonSBN, o lutador contou que como forma de responder ao questionamento do jornalista, ele falou de uma forma bem óbvia:

"Realmente preciso responder isso?". 

Ainda segundo Rico Verhoeven, mesmo depois da brincadeira, as pessoas continuavam perguntando se o dispositivo funcionaria. "Eu realmente não sabia, mas testei. E não funcionou. Foi perfeito para aquele momento, eu estava tentando achar um bom ângulo, mas, é, não funcionava".

Depois de receber atendimento médico, ele levou seis pontos no machucado, e ainda elogiou o trabalho de seu médico, a quem pediu, durante a luta, que evitasse que a lesão ficasse ainda pior do que já estava.

"Ele fez um ótimo trabalho. Eu estava tão feliz por ele estar lá", finalizou. 


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!