Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Futebol / FALA, PROFESSOR!

Fabiano comenta saída do Vitória, passagem pelo Athletico-PR e mais

Fabiano Soares teve passagem curta pelo Vitória, que vive um momento conturbado na Série C do Brasileirão; confira a entrevista exclusiva ao SportBuzz

Gabriel Almeida Publicado em 07/07/2022, às 12h44 - Atualizado em 08/07/2022, às 19h50

Fabiano Soares comenta sobre saída do Vitória e mais - Crédito: Getty Images
Fabiano Soares comenta sobre saída do Vitória e mais - Crédito: Getty Images

Depois de pouco menos de dois meses, Fabiano Soares deixou o comando do Vitória, que vive um momento conturbado na Série C do Brasileirão e segue sem projeções de acesso. Atualmente na 13ª colocação, a equipe baiana encerrou o vínculo com o treinador, que agora ganhou nova oportunidade para comandar equipe do exterior.

Acumulando passagens pelo Athletico-PR e Estoril, de Portugal, o treinador Fabiano Soares conversou com o SportBuzz e comentou sobre sua passagem pelo clube do Barradão, sua experiência no futebol europeu, seus momentos comandando o Furacão e muito mais sobre seus próximos passos.

CANAL - SPORTBUZZ

Novos desafios

Contratado pelo Compostela da Espanha, o treinador tem a missão de tirar a equipe da quarta divisão do futebol nacional. Fabiano se mostrou empolgado com o novo desafio no clube que terminou o campeonato na oitava colocação na última temporada e agora busca o acesso com  o comandante brasileiro.

"(As expectativas) são as melhores possíveis. Recebi milhares de mensagens carinhosas nas minhas redes sociais. O clube queria um treinador que conhecesse bem o clube e a torcida e eu sempre estarei pronto para ajudar o Compos. Só tenho que agradecer a confiança da torcida e dos dirigentes. Acredito que com alguns reforços vamos conseguir fazer um grande campeonato", pontuou antes de completar.

Fabiano Soares tem novo desafio
Fabiano Soares destaca passagem pelo futebol europeu e fala sobre novo desafio - Crédito: Getty Images

"Vamos trabalhar muito para subir a equipe. O clube está renovando com jogadores importantes, vamos buscar mais algumas peças pontuais para ter um elenco muito competitivo. A torcida me conhece muito bem e sabe que vou lutar muito para conquistar os nossos objetivos nas competições. Não tive nenhum contato (com o grupo), ainda estou aqui no Brasil com a minha família. O campeonato é muito difícil e tem grandes equipes, mas, não tenho dúvida que vamos fazer uma grande temporada", completou.

A experiência na Europa

Com experiência no futebol europeu, o treinador destacou sua passagem por outros clubes do velho continente e se mostrou muito confiante de que fará um grande trabalho. Relembrando sua passagem pelo Estoril, de Portugal, o treinador revelou que trabalha na Europa há mais de 30 anos e fez história ao levar o clube para a Europa League.

"Estou trabalhando na Europa a mais de 30 anos, já trabalhei como treinador em três continentes, tenho licença UEFA PRO de dois países (Espanha e Portugal) , já disputei as principais competições do mundo. Hoje me sinto muito preparado para esse grande desafio. [...] (O Estoril) é um clube incrível, foram seis temporadas como treinador, comecei nas divisões de base do clube onde pude implementar as minhas convicções e metodologias. Fui crescendo dentro no clube até chegar no time principal onde terminamos na 4º colocação e disputando a Europa League. Sou muito grato pela oportunidade que me deram", comentou.

Recuperação do Athletico-PR em 2017

Além disso, o treinador também relembrou sua passagem pelo Athletico-PR, em 2017, onde chegou ao comando da equipe com muita desconfiança e com a missão de tirar a equipe da zona de rebaixamento. Com grande recuperação, o Furacão chegou muito perto de se classificar para a Libertadores, mas ficou a um ponto de distância.

"Cheguei no Athletico-PR com uma desconfiança muito grande da torcida e da imprensa. Peguei o time na zona de rebaixamento e sem muita estrutura tática, estava ladeira abaixo. O início foi muito complicado, mas logo os jogadores foram entendendo a minha proposta de jogo e aí as coisas foram fluindo com mais naturalidade", disse antes de completar.

"Chegamos a ser o time que mais roubava a bola no campo adversário e terminamos a 1 ponto de classificação para a Libertadores.Já tinha conversas bem adiantadas sobre a minha renovação de contrato, estávamos conversando sobre possíveis reforços. No final do campeonato o Paulo Autuori saiu do clube e como foi ele que tinha me levado, achei por bem acompanhá-lo", completou.

Passagem relâmpago pelo Vitória

Por fim, o Fabiano Soares falou sobre sua saída do Vitória. Com pouquíssimo tempo para trabalhar, o treinador acabou deixando o cargo do clube depois de quase dois meses na posição. Destacando as principais dificuldades que enfrentou na equipe, o treinador pregou um respeito muito grande ao clube e se mostrou grato pela oportunidade.

"Primeiro, é importante dizer que o Vitória é um time gigante e tem uma torcida sensacional. A maior dificuldade era conseguir dar um treinamento qualificado com 35 jogadores no elenco e implementar o estilo de jogo que eu gosto. Só quero mesmo é agradecer ao presidente e principalmente a torcida do Vitória que me tratou muito bem", relatou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!