Sportbuzz
Testeira
Futebol / VISH!

Após confusão no clássico entre Atlético-MG e América Mineiro, Rodrigo Caetano detona arbitragem

Rodrigo Caetano explicou os motivos dos ânimos exaltados, após o apito final da partida entre Atlético-MG e América Mineiro

Redação Publicado em 17/05/2021, às 14h30 - Atualizado às 15h27

Rodrigo Caetano detonou arbitragem de América Mineiro e Atlético-MG - Pedro Souza/Atlético Mineiro
Rodrigo Caetano detonou arbitragem de América Mineiro e Atlético-MG - Pedro Souza/Atlético Mineiro

Atlético-MG e América Mineiro fizeram uma final quente no último domingo, 16, mas acabaram ficando no 0 a 0 na partida de ida. Com direito a expulsão e dirigentes do Galo perdendo a paciência com Wanderson Alves de Souza, Rodrigo Caetano abriu o jogo sobre a revolta da diretoria atleticana com as decisões do árbitro da partida.

"Não dizemos que não vencemos o jogo por conta do árbitro. Longe disso. São coisas distintas. Entendemos que no momento que ficamos com um homem a menos (expulsão de Allan), ele mudou o critério de arbitragem de forma evidente. Quando estava onze contra onze, não se viu dele o desejo de acelerar a partida, como foi depois", começou falando em entrevista à "Rádio 98 FM".

Ele ainda seguiu colocando seu ponto de vista em relação a arbitragem da partida entre Atlético-MG e América Mineiro: "Vários jogadores amarelados, o América não teve cartão amarelo. A expulsão é justa. A forma, o rigor, invertendo faltas, e no último lance, tínhamos tempo de tentar o último ataque, ele encerrou a partida". 

Rodrigo Caetano também expressou sua chateação com a maneira como a final do Campeonato Mineiro foi conduzida e contou que espera por uma decisão positiva, por parte da Federação Mineira de Futebol, na escolha do próximo árbitro para a partida de volta, que ocorre sábado, 22, às 16h30. 

"Lamentamos, mas entendemos que são seres humanos. O que diz respeito ao futuro, queremos arbitragem de nível melhor, mas a comissão de arbitragem da federação vai saber escolher quem irá apitar o próximo clássico e o Atlético irá acatar", finalizou. 

ENTENDA UM POUCO MAIS SOBRE A POLÊMICA!

No último minuto de acréscimo indicado pelo árbitro Wanderson Alves de Souza, na partida de ida da final do Campeonato Mineiro entre América-MG e Atlético-MG, o Galo tinha uma falta para cobrar e buscar a vitória, mas o jogo foi encerrado e o técnico Cuca ficou muito irritado.
 
Além dele, o lance gerou reclamação da diretoria do time Alvinegro contra o dono do apito. Na súmula, o auxiliar Éder Aleixo, o diretor Rodrigo Caetano e o presidente Sérgio Coelho são apontados por ataques verbais à arbitragem.
 
No relato de Wanderson Alves de Souza, o árbitro cita que os dois dirigentes envolvidos na reclamação pós-jogo disseram a mesma coisa.
 
"Você nunca mais apita jogo do Atlético".
 
Além disso, ele indica que o presidente Sérgio Coelho chegou a ironizar, dizendo que o árbitro estava com a camisa do América debaixo do uniforme e que ele deveria, ao fim do jogo, se dirigir ao vestiário do time da casa.
 
"Também invadiu o campo de jogo o sr. Sergio Batista Coelho, presidente do Clube Atlético Mineiro, e mais algumas pessoas que o acompanhavam. Vieram na direção da equipe da arbitragem, e o presidente proferiu os seguintes dizeres: 'Você está feliz? Deve estar com a camisa do América por baixo. Você nunca mais apita jogo do Atlético. Tinha que dar mais 1 minuto. Olha a sacanagem que você fez hoje'", diz trecho da súmula.
 
O segundo tempo da partida recebeu sete minutos de acréscimos e logo depois mais um minuto, muito em função de uma lentidão produzida pela própria equipe do Galo, que estava com um homem a menos desde a expulsão do volante Allan desde os 73 minutos de jogo.
 
No fim do jogo, Diego Tardelli foi advertido, momentos antes de dirigentes do Galo invadirem o gramado para protestar contra a falta não cobrada a favor da equipe, já aos 53 minutos do segundo tempo, o derradeiro da partida.
 
Agora, Atlético-MG e América-MG voltam a se encontrar no próximo sábado, 22, para o jogo decisivo que vale a taça do Campeonato Mineiro. Um novo empate ou qualquer vitória dá o título ao time de Cuca.
 
Já o Coelho precisa triunfar por qualquer placar para dar a volta olímpica. O jogo é no Mineirão, às 16h30 (horário de Brasília).

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!