Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Esporte na TV » RECORDAÇÃO!

Campeão do mundo com a Itália em 2006 enaltece Ronaldo Fenômeno e define top 3 dos atacantes que marcou!

Zagueiro ainda refletiu sobre o futebol nos dias de hoje, dizendo que é mais fácil escolher os que mais se destacam

Pedro Ungheria Publicado em 09/05/2020, às 11h33

Cannavaro comentou sobre as experiências com Ronaldo Fenômeno
Cannavaro comentou sobre as experiências com Ronaldo Fenômeno - Transmissão ESPN

Durante o Resenha ESPN da última sexta-feira, 8, um dos convidados foi nada mais, nada menos do que Fabio Cannavaro. O zagueiro campeão do mundo com a Itália em 2006 falou sobre diversos assuntos, entre eles, os melhores jogadores que teve o prazer de marcar dentro dos campos.

Ao começar a falar sobre o assunto, ele, que estava acompanhado de Alex, Elias, Amoroso e o jornalista André Pihal, contou que seria extremamente injusto se não falasse sobre Ronaldo Fenômeno. Em seu ponto de vista, o brasileiro foi injustiçado por conta das lesões, mas, mesmo assim é considerado um jogador de outro mundo.

“Não é justo colocar Ronaldo em outra posição. Ele era de outro nível para a minha geração. Uma pena que sofreu com as lesões no joelho. Ele era um jogador fenomenal. Marquei-o a primeira vez em 1997 e logo deu para perceber que ele era fora do normal, um jogador de outro mundo”, disse ele.

Ainda no assunto, citou o francês Henry e o português Cristiano Ronaldo. Para ele, os três merecem a citação, mas, não seria incoerente em se restringir aos três somente.

“Na Itália neste tempo tivemos atacantes bons. Henry foi um dos melhores que marquei. Cristiano também merece estar nesta. Além deles, tiveram: Vieri, Ibra, Schev, Inzaghi, muitos jogadores de qualidade”, pontuou.

Por fim, o zagueiro ainda traçou um paralelo entre as gerações atuais e a sua. Para Cannavaro, é fácil definir top 3 na atualidade, porém, em sua época não era tão simples, justamente pela gama de jogadores de qualidade.

“Essa geração teve sorte . É complicado citar 3 ou 11, tiveram muitos. Agora é fácil antes não”, disse ele.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!