Sportbuzz
Testeira
Colunistas / Carlos Orlando Barbosa / 16ª ETAPA – Grande Prêmio da Turquia

A Mercedes erra e Hamilton perde pontos preciosos no campeonato

Após mexer no motor de Hamilton e ser penalizada em 10 posições, a Mercedes já esperava um fim de semana desafiador no GP da Turquia

Carlos Orlando Publicado em 11/10/2021, às 13h03

Lewis Hamilton e Stefano Domenicali durante o GP da Turquia - Getty Images
Lewis Hamilton e Stefano Domenicali durante o GP da Turquia - Getty Images

Com a decisão de mexer no motor do carro do Lewis Hamilton e consequentemente ser penalizada em 10 posições, a Mercedes já esperava um fim de semana bastante desafiador no circuito de Istambul.

A estratégia era evitar a vitória do Max Verstappen/Red Bull e o Hamilton conseguir a melhor pontuação possível, evitando assim o distanciamento do holandês no campeonato de pilotos.

No sábado, com a pista molhada, a estratégia começou a funcionar.

A Mercedes dominou o treino de classificação e colocou os dois pilotos na primeira fila, que ficou com Hamilton/Valteri Bottas/Verstappen/Charles Leclerc-Ferrari e Pierre Gasly-Alpha Tauri.

No domingo, em função da penalização, Hamilton largou em 11º , com Bottas na pole e com a missão garantir a vitória.

Bottas largou muito bem não dando nenhuma chance para aproximação de Verstappen.

O único incidente na largada foi com Fernando Alonso-Alpine e Gasly, mas sem consequências.

O problema para Hamilton foi largar atrás do japonês Yuki Tsunoda da Alpha tauri, motor Honda, o mesmo da Red Bull...

Nitidamente a missão do Tsunoda era segurar o Hamilton o máximo possível, e ele foi muito competente. Segurou o Hamilton por longas 8 voltas, o que permitiu uma vantagem de 17s para o Verstappen.

Tsunoda atrapalhou tanto, que na 15ª volta o Hamilton já estava na 5ª posição, mas ainda à 15s do Verstappen.

Carro de Tsunoda no GP da Turquia - Créditos / Getty Images

 

Na volta 37 Verstappen foi para os boxes para troca de pneus (intermediários). Boa troca com 2.1s.

Na volta 38 Bottas e Sergio Pérez-Red Bull também trocam para intermediários.

Hamilton mesmo com os pneus mais desgastados conseguia virar melhor do que aqueles que estavam com pneus novos.

Em pista molhada os pneus intermediários levam muito tempo para aquecerem.

Na volta 41, faltando 17 para o final, o Hamilton foi chamado para troca de pneus, mas se recusou a ir para os boxes pois considerou que estava andando bem e com controle sob o carro.

Na volta 46, Hamilton fazia as voltas mais rápidas que Pérez e Verstappen.

Apenas Hamilton e Leclerc não haviam trocado os pneus.

Na volta 48 Leclerc perdeu a 1ª posição para Bottas e foi para os boxes, retornando em 4º.

Neste momento a classificação ficou com Bottas/Verstappen/Hamilton e Leclerc.

Com este resultado a diferença no campeonato de pilotos seria de 1 ponto a favor do Verstappen.

Na volta 51, a Mercedes chamou novamente o Hamilton para os boxes, quando ele estava à 14 segundos do Leclerc.

Hamilton na 3ª posição foi para os boxes colocar os pneus intermediários.

Embora com um bom tempo de 2.3s na troca, Hamilton voltou na 5ª posição, atrás de Leclerc e Pérez.

Hamilton reclamou muito desta parada. Na avaliação dele, com 14s de vantagem sobre o 4º colocado, faltando 7 voltas para o final, daria para se manter na pista sem a troca de pneus e terminar ainda em 3º lugar.

Com pneus frios Hamilton não teve como melhorar sua posição, terminando em 5º.

Novamente a Mercedes errou na estratégia e uma corrida que poderia ter finalizado com uma diferença de apenas 1 ponto de Hamilton para Verstappen, terminou com 6 pontos de diferença.

E desta vez não da para atribuir a culpa ao Bottas. Ele teve um fim de semana excepcional, fazendo a pole, ganhando a corrida, evitando que o Verstappen conseguisse os 25 pontos e ainda ganhou o ponto extra pela melhor volta.

Os maiores adversários do Hamilton no GP da Turquia foram o Tsunoda e a Mercedes...

O GP terminou com Bottas/Verstappen/Perez/Leclerc/Hamilton.

Vencedores do GP da Turquia - Créditos / Getty Images

 

O próximo GP será nos USA, circuito das Américas dia 24 de outubro 2021.

MUNDIAL DE PILOTOS (10+)

1-M. Verstappen, 262,5 pontos
2-L. Hamilton, 256,5 pontos
3- V. Bottas, 177 pontos
4- L. Norris, 145 pontos
5- S. Pérez, 135 pontos
6- C. Sainz jr, 116,5 pontos
7- C. Leclerc, 116 pontos
8- D. Ricciardo, 95 pontos
9- P. Gasly, 74 pontos
10- F. Alonso, 58 pontos


MUNDIAL DE CONSTRUTORES (5+)

1-Mercedes, 433,5 pontos
2-Red Bull/Honda, 397,5 pontos
3-McLaren/Mercedes, 240 pontos
4-Ferrari, 232,5 pontos
5-Alpine/Renaut, 104


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!