Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Mercado da Bola » E AÍ?

Diretor do Palmeiras fala sobre situação de Dudu, mas mantém cautela: "É ídolo, um grande reforço para qualquer equipe"

Dudu voltou para ao Catar sem saber se volta ou não para ao Palmeiras

Redação Publicado em 22/04/2021, às 11h10

Diretor do Palmeiras comenta situação de Dudu
Diretor do Palmeiras comenta situação de Dudu - Cesar Grecco/Palmeiras/Fotos Públicas
Quando Dudu veio ao Brasil passar um período de folga junto com a família, os torcedores do Palmeiras ficaram animados com a possibilidade de o jogador retornar ao clube paulista, mas ele foi embora e seu futuro ainda não foi decidido.
 
O empréstimo do atacante junto ao AlDuhail é válido até o fim de junho, mas o clube precisa comunicar ao Palmeiras até o dia 15 de maio se irá ou não exercer o direito de compra.
 
Segundo o site "Globo Esporte", na Academia de Futebol, o assunto gera expectativa, seja pelos valores envolvidos na negociação, já que o contrato prevê a venda de 80% dos direitos econômicos por seis milhões de euros, cerca de R$ 40 milhões, ou pela possibilidade de o atacante ser reintegrado ao elenco hoje comandado por AbelFerreira.
 
"Só o presidente declarou, falando dos valores, o que o Dudu representa pro torcedor. Mas tem uma situação que só podemos falar a partir do dia 15, não somos donos da situação. Quem tem direito à compra é o Al Duhail. O que o nosso presidente deixou claro é que existe um valor contratual acordado e que ele deve ser respeitado. O Dudu é um grande ídolo do clube", disse o diretor de futebol Anderson Barros.
 
Na primeira negociação, o Al Duhail pagou 7 milhões de euros ao Verdão em um acordo que deu ao clube a opção de manter o atacante em definitivo. Para isso, porém, precisa manifestar oficialmente sua intenção até o dia 15 de maio.
 
Anteriormente, a diretoria palmeirense já deixou claro que não tem intenção de negociar o valor ou a forma de pagamento, assim, os R$ 40 milhões precisam ser pagos à vista. Se não houver acordo, Dudu será novamente jogador do Verdão em julho, com contrato até o fim de 2023.
 
No meio disso, Dudu declarou que deseja permanecer no Catar por mais alguns anos, mas também não descartou retornar ao Palmeiras agora.
 
O jogador e seu estafe também aguardam a posição do Al Duhail, que não o inscreveu na primeira fase da Liga dos Campeões da Ásia. A viagem de volta na terça-feira, 20, já fazia parte do combinado quando o clube o liberou para passar os dias de descanso no Brasil.
 
"Se o Al Duhail não comprar, ele vai se apresentar aqui e o Palmeiras vai honrar seus compromissos. O Dudu é ídolo, um grande reforço para qualquer equipe, e vai continuar sendo. Até agora não teve nenhum contato, nenhuma negociação. Só teve um contato preliminar de um representante do Al Duhail. A não inscrição dele para a Champions da Ásia é uma situação para se considerar, mas precisamos aguardar", completou Barros.
 
Apesar de o Palmeiras estar preocupado financeiramente, a volta de Dudu ao clube seria ótima também na questão técnica para uma posição que Abel Ferreira já afirmou querer mais opções, além de ter grande aceitação dos torcedores.
 
Mas a reintegração também significaria um aumento significativo na folha salarial Alviverde, algo que é motivo de preocupação interna desde o início de 2020.

 
 
 
 
 
 
 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!