Sportbuzz
Testeira
Mercado da Bola / EITA!

De olho em craques do Barcelona e Real Madrid, Newcastle poderá gastar R$ 1,5 bilhões em reforços

Sem cair no Fair Play Financeiro, Newcastle poderá gastar até R$ 1,5 bilhões na próxima janela

Redação Publicado em 11/10/2021, às 17h28 - Atualizado às 17h46

Newcastle poderá gastar quantia milionária sem ser pego no Fair Play Financeiro - GettyImages
Newcastle poderá gastar quantia milionária sem ser pego no Fair Play Financeiro - GettyImages

O Newcastle é o mais novo rico do futebol mundial e a expectativa é de que alguns craques devam ser contratados pelo clube na próxima janela de transferências. Sonhando com a chegada de nomes como o de Phillipe Coutinho, do Barcelona, Cavani, do Manchester United e Bale, do Real Madrid, os Magpies poderam gastar até R$1,5 bilhões em janeiro. 

Pelo menos esse foi um cálculo feito por Kieran Maguire, professor da Universidade de Liverpool e especiliasta no assunto. Em entrevista para o jornal inglês "Chronicle", o profissional calculou que o Newcastle poderá fazer até R$ 1,5 bilhões em contratações, que não será pego pelo Fair Play Financeiro. 

Desta forma, caso as contas de Kieran Maguire esteja realmente certo, o Newcastle poderá trazer os nomes que almeja para a próxima janela. Um grande exemplo é o de Philippe Coutinho, o meio-campista poderá fazer com que os Magpies tirem dos seus cofres cerca de R$ 318 milhões para convencer o Barcelona a liberá-lo. 

COMO FOI A VENDA DO NEWCASTLE?

O Newcastle, clube da Inglaterra, está próximo de ser comprado por um fundo de investimentos da Arábia Saudita. A informação foi divulgada pelos principais veículos ingleses nesta quarta-feira, 6.

As negociações começaram há mais de um ano e foram retomadas agora. O valor é de cerca de 300 milhões de libras (R$ 2,2 bilhões) por 80% do clube. A aquisição ainda depende do aval da Premiere League.

 

De acordo com as publicações da imprensa da Inglaterra, um acordo entre os sauditas e a emissora “belN Sports”, do Catar, foi responsável pela retomada das negociações pela aquisição do clube. Em julho de 2020, a Premier League e o governo inglês acusaram a Arábia Saudita de piratear a transmissão da liga no país e, assim, a negociação foi encerrada.

A “belN Sports” detém os direitos de transmissão da Premier League para o Norte da África e o Oriente Médio, mas a emissora não conseguia operar na Arábia Saudita por um conflito diplomático entre sauditas e o Catar

Desde 2017, o proprietário do Newcastle é o empresário britânico Mike Ashley. A compra do clube seria com o Fundo de Investimento Público da Arábia Saudita (PIF), pertencente ao governo.

A aproximação entre o clube e o fundo de investimento gerou debate sobre o uso do futebol por governos ditatoriais como forma de apagar ações que violam os direitos humanos, sendo um caso chamado de “Sportswashing”. No ano passado, a ONG Anistia Internacional alertou a liga inglesa sobre a operação.

Com quatro títulos ingleses em sua história, o Newcastle é o atual vice-lanterna da Premier League, com apenas três pontos na 19ª colocação. O último campeonato conquistado foi na temporada 1926/27. 


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!