Sportbuzz
Testeira
Futebol / COLETIVA!

Vice do Grêmio detona postura dos jogadores e dispara: "Gols idiotas"

Dirigente do Grêmio concedeu entrevista coletiva após mais uma derrota no Brasileirão e não poupou palavras para criticar a atuação dos atletas na partida

Redação Publicado em 14/11/2021, às 13h00

Dirigente do Grêmio concedeu entrevista coletiva após mais uma derrota - Lucas Uebel / Grêmio FBPA / Flickr
Dirigente do Grêmio concedeu entrevista coletiva após mais uma derrota - Lucas Uebel / Grêmio FBPA / Flickr

Na noite do último sábado, 13, América-MG e Grêmio se enfrentaram na disputa da 32ª rodada do Brasileirão. De um lado, o Coelho buscava a vitória para se aproximar do G-6. Do outro, o Imortal precisava do triunfo para ainda sonhar com a permanência na primeira divisão.

Apesar do objetivo gaúcho, o América-MG fez valer o fator casa e até deu a possibilidade da reação ao Grêmio, mas garantiu a vitória mesmo assim. Placar final: 3 a 1. Com o triunfo, o Coelho chegou aos 44 pontos e se manteve na oitava posição do Brasileirão.

 

Após mais uma derrota na temporada, o ambiente do Imortal ficou bastante pesado e contou com duas críticas vindas do vice-presidente Dênis Abrahão. Em entrevista coletiva, o dirigente reclamou da arbitragem, mas detonou a atuação dos jogadores do Grêmio.

Estava 1 a 0, foi pênalti, não sei se o goleiro não tinha que ser expulso. Aí o time já está nervoso, em situação ruim. Tem que ser olhado. Se eu empato, estava melhor no jogo. Se dá o pênalti virava no primeiro tempo”, reclamou o vice de futebol. 

Aí começa o segundo tempo, tomamos gol de novo. Isso não pode acontecer mais no Grêmio. O Grêmio é muito grande para tomar uns gols idiotas desses. Mas a situação é essa, de novo prejudicado pela arbitragem”, detonou o dirigente do Grêmio.

NOVAS CRÍTICAS!

Ainda na mesma entrevista coletiva, o dirigente do Grêmio voltou a criticar a postura da equipe durante a partida. Segundo ele, os jogadores sabiam das jogadas do América-MG e tomaram os gols da mesma maneira.

O que é ruim é começar o jogo perdendo de 1 a 0 em uma jogada que o treinador cantou. O treinador avisou. Treinamos em Porto Alegre isso. Sabíamos da jogada, foi dito que poderia acontecer, foi treinado, mostrado na preleção e não fizemos o que foi combinado, o que foi trabalhado. Nada do que foi ajustado, discutido, treinado, batalhado. Em um minuto vai tudo por água abaixo. E um pênalti não é dado a favor do Grêmio”, criticou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!