Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Futebol / COMPLICADO

São Paulo: Ceni reclama de intervenções do VAR e manda recado afiado

São Paulo não saiu do 0 x 0 diante do Atlético-MG neste domingo, 10, mas na opinião do treinador o resultado poderia ter sido diferente caso as intervenções mudassem

Redação Publicado em 11/07/2022, às 06h55 - Atualizado às 09h36

Treinador do São Paulo, Rogério Ceni - Rubens Chiri/SaoPauloFC/Flickr
Treinador do São Paulo, Rogério Ceni - Rubens Chiri/SaoPauloFC/Flickr

O São Paulo não saiu do zero diante do Atlético-MG na noite deste domingo, 10, pela partida válida pelo Brasileirão. Porém, na opinião de Rogério Ceni, o cenário poderia ter sido outro caso o VAR não tivesse intervindo em tantos lances como acabou acontecendo, mas apesar disso, seus comandados tiveram uma atuação digna de elogios, como o mesmo fez após o apito final.

Durante a entrevista coletiva concedida depois do confronto, o treinador Tricolor reservou um espaço para falar especificamente de seus defensores e Pablo Maia para exemplificar a boa atuação que viu em campo. Apesar do empate, o resultado aumentou a invencibilidade do time para seis jogos, antes do duelo importante diante do Palmeiras na Copa do Brasil.

Canal - SportBuzz

"Só tenho orgulho dos caras com quem trabalho. Diante das circunstâncias, vir aqui e atuar assim...se a gente acreditasse um pouco mais, teríamos conseguido a vitória. Quero destacar o trio de defesa: o Rafinha fazendo uma função que se adequa à linha de cinco e compensa com a qualidade. Luizão fez uma partida gigantesca, enquanto Miranda manteve o nível de atuação", disse.

"Pablo também fez hoje uma grande partida. Acho que nós poderíamos almejar a vitória, estivemos tão perto quanto o Atlético, com números parecidos. Acho que o torcedor sabe que podemos não ter o melhor elenco, mas temos comprometimento. A briga é algo que o torcedor reconhece", analisou o treinador.

Jogadores de São Paulo e Atlético-MG em campo na partida do Brasileirão
Jogadores de São Paulo e Atlético-MG em campo na partida do Brasileirão  (Crédito: Rubens Chiri/SaoPauloFC/Flickr)

Já falando sobre o momento de incômodo que o treinador do São Paulo teve, quando se direcionou ao árbitro de vídeo, Rogério Ceni acabou desabafando contra o que considerou na entrevista como um excesso de intervenções do VAR, que precisou entrar em ação para analisar o lance em duas oportunidades durante o confronto entre as equipes.

No primeiro deles, a arbitragem analisou um suposto pênalti de Miranda em Hulk, que gerou algumas reclamações do atacante. Depois, uma possível mão na bola de Luizão foi assunto na cabine de vídeo, sendo que em ambas situações, o árbitro Anderson Daronco mandou o jogo seguir, o que na opinião do técnico paulista, atrasou o andamento do confronto como um todo.

"Há preciosismo no VAR, que tem chamado muito. Todo jogo tem pênalti. Tentaram jogar um pênalti do Miranda, e é vergonhoso esse lance ter a intervenção do VAR. É uma tentativa a mais de pressionar o árbitro, o VAR trouxe mais pressão ao árbitro", iniciou questionando o treinador antes de completar seu desabafo.

"O VAR tem que parar de encher o saco. Vimos o River Plate ser eliminado com um gol legal, e tinha um brasileiro lá, né? O lance do Miranda é claro e cristalino. O VAR tem atrapalhado, o cara da cabine está decidindo campeonato, todo jogo querendo inventar um pênalti", finalizou o comandante Tricolor.

Próximos compromissos

Com o empate ainda entalado, o São Paulo volta a campo nesta quinta-feira, 14, às 20h (horário de Brasília), quando visita o Palmeiras pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, no Allianz Parque. Pelo Brasileirão, no domingo, 17, àsh 16h (horário de Brasília), recebe o Fluminense no estádio do Morumbi buscando conquistar os três pontos.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!