Sportbuzz
Testeira
Futebol / COMPLICADO

Marinho é substituído com dores na vitória do Santos e desabafa: "Triste"

Marinho precisou deixar o gramado da Vila Belmiro ainda no primeiro tempo do confronto contra a Chapecoense com o auxílio do carrinho depois de sentir dores na coxa

Redação Publicado em 18/11/2021, às 07h52

Marinho, jogador do Santos no momento em que saiu de carrinho do jogo contra a Chapecoense, sendo consolado por Carille - Ivan Storti/Santos FC/Fotos Públicas
Marinho, jogador do Santos no momento em que saiu de carrinho do jogo contra a Chapecoense, sendo consolado por Carille - Ivan Storti/Santos FC/Fotos Públicas

Nesta quarta-feira, 17, o atacante Marinho teve uma noite intensa no confronto entre Santos e Chapecoense, na Vila Belmiro. Depois de fazer o gol de pênalti, o camisa 11 pediu para ser substituído dizendo estar com dores na coxa esquerda. De início, o problema parecia bem sério, já que ele saiu com o carrinho do estádio, e chorando muito.

Marinho sentiu as dores quando o relógio estava perto dos 40 minutos do primeiro tempo da partida válida pela 33ª rodada do Brasileirão. O atacante do Santos interrompeu uma corrida, e logo colocou a mão na região posterior da coxa esquerda, foi ao chão, e chorou. Depois da partida, ele lamentou uma possível nova lesão, dizendo que não gosta de ficar fora dos jogos.

"Eu sou um cara que fico muito triste. Odeio ficar fora de jogo. Tenho muita dedicação nos treinamentos para jogar. Fiquei doente no hotel (contra o Atlético-GO), já viajei um pouco doente. Infelizmente, não pude jogar. Hoje pude jogar, iniciar fazendo gol. Depois senti uma fisgadinha na posterior. Agora vou fazer exame para voltar no clássico", disse antes de completar.

"Sabemos que o campeonato não acabou, então não tem como fazer planos no futuro. Nosso foco é deixar o Santos onde merece, na primeira divisão. Temos de pensar em cada jogo, cada final, para termos férias bacanas e no ano que vem termos um ano como a gente merece", concluiu.

Esse sentimento de Marinho é compreensível, já que ele ficou fora dos gramados pelo Santos por 10 partidas ao longo do Campeonato Brasileiro justamente por conta de um grande hematoma na coxa. Na oportunidade, inclusive, o atacante foi a público reclamar do departamento médico do Santos, que adiou sua volta à ação.

Como o próprio jogador lembrou durante a entrevista depois da partida, na última rodada, quando o Peixe encarou o Atlético-GO, ele já havia desfalcado o elenco por estar com sintomas de gripe. No entanto, como treinou normalmente nos últimos dias, o atacante foi titular contra a Chapecoense, mas não contava em se deparar com um novo problema.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!