Sportbuzz
Testeira
Futebol / VISH!

Flamengo: Fluminense divulga imagem de coxa de Cazares, após entrada violenta de Rodrigo Caio

Fluminense e Flamengo empataram a primeira partida da final do Campeonato Carioca, que teve uma entrada forte de Rodrigo Caio em Cazares

Redação Publicado em 17/05/2021, às 15h48 - Atualizado às 16h44

Cazares sofreu uma entrada violenta de Rodrigo Caio em clássico entre Fluminense e Flamengo - Reprodução / FluTV
Cazares sofreu uma entrada violenta de Rodrigo Caio em clássico entre Fluminense e Flamengo - Reprodução / FluTV

Fluminense e Flamengo fizeram uma partida de tirar o fôlego no último sábado, 15, quando empataram em 1 a 1. No entanto, no final do clássico, Rodrigo Caio acabou dando uma entrada violente em Cazares e o zagueiro rubro-negro recebeu um cartão amarelo pela atitude. 

Só que o elenco tricolor não se mostrou feliz com a decisão do VAR e também do árbitro que apitou o confronto entre Fluminense e Flamengo. Jogadores como Fred expressaram sua insatisfação com o lance nas redes sociais e afirmaram que Rodrigo Caio deveria ter sido expulso por entrada em Cazares.

Não demorou muito para que o Fluminense expressasse a sua insatisfação com a decisão do árbitro Alexandre Vargas Tavares e publicou um vídeo polêmico em seu Youtube. Nas imagens divulgadas, o clube mostra os bastidores do empate e também destaca a crava da chuteira de Rodrigo Caio na coxa de Cazares. 

SAIBA COMO FOI A FINAL DO CAMPEONATO CARIOCA!

Flamengo e Fluminense se enfrentaram neste sábado, 15, na partida de ida da grande final do Campeonato Carioca e ficaram apenas no empate.

As provocações e o clima de clássico começaram antes mesmo da bola rolar. Esquentando o clima, as duas torcidas montaram mosaicos com provações ao rival. Pelo lado do Fluminense, a mensagem foram em forma de homenagem a carrascos do Flamengo, como Washington e Assis, conhecidos por Casal 20, ou C20, como foi retratado nas arquibancadas do Maracanã.

Além deles, Renato Gaúcho também estampou o mosaico, ao lado da frase "Ame Rio", frase gravada no uniforme Tricolor no título estadual de 1995, com gol de barriga de Renato. 

Em resposta, a torcida rubro-negra montou o seu mosaico cutucando o Fluminense com a seguinte frase: "Quem espera nem sempre alcança" logo acima das reproduções das taças ja conquistadas pelo Flamengo.

Outro ponto que deu uma apimentada no clássico foi a presença de 150 torcedores convidados para acompanhar a partida. Mesmo que poucos, durante a partida ambas as torcidas se fizeram presentes ao decorrer do jogo.

O jogo

A partida começou com o Flamengo superior e buscando pressionando. O volume de jogo e criação de jogadas fizeram efeito aos 15 minutos, quando Gerson foi derrubado dentro da área. Inicialmente, o árbitro marcou falta fora da área, mas o VAR prontamente corrigiu e marcou o pênalti.

Com a categoria de sempre na cobrança, Gabigol abriu o placar para o Flamengo aos 18 minutos de jogo. 

 

Mesmo na frente, o Flamengo continuou mantendo o estilo agressivo de jogar e, aos 20 minutos, já somava 68% de posse de bola. Enquanto isso, o Fluminense conseguiu se defender, mas com a posse de bola criava pouco. 

Aos 35 e aos 42 minutos, o Flamengo chegou novamente, mas desperdiçou as duas oportunidades, uma com Arrascaeta, depois de boa jogada individual, e Gabigol, que finalizou para fora após receber sozinho dentro da grande área.

Aos 43, foi a vez do Fluminense assustar. Chegando com velocidade pelo lado direito, Calegari cruzou na área e Fred teve a oportunidade de empatar, mas furou. Nenê até pegou a sobra, mas a defesa rubro-negra já tinha se repostado.

O primeiro tempo terminou com 71% de posse de bola para os atuais campeões e com 29% para o Tricolor carioca. Além disso, também teve troca de farpas entre Gabigol e um torcedor do Fluminense. Após provocação do Tricolor mandando o jogador ir para o cassino, o atacante respondeu: "Eu ganho lá e ganho aqui."

A segunda etapa começou já com Arrascaeta botando Marcos Felipe, goleiro do Fluminense, para trabalhar, aos quatro minutos. Após cruzamento de Isla, o uruguaio subiu mais que a zaga e cabeceou firme, mas parou em boa defesa do goleiro. 

No minuto seguinte, Calegari respondeu e chegou bem no ataque, recebeu a bola dentro da área, ganhou de Felipe Luis no corpo e finalizou para a boa defesa do goleiro Gabriel Batista.

As equipes foram se estudando e tentando criar as jogadas, mas pararam em dois sistemas defensivos muito bem montados, até os 31 minutos quando, após a defesa afastar bola em cobrança de escanteio, Egídio levantou a bola na segunda trave, Luiz Henrique escorou e Abel Hernández só empurrou para o fundo da rede.

Aos 34 minutos, o Fluminense teve a chance da virada. Luiz Henrique aproveitou a falha de Felipe Luis, carregou a bola até a grande área e ficou cara a cara com Gabriel Batista, mas finalizou para fora.

A resposta do Flamengo veio no minuto seguinte, com Vitinho finalizando forte de fora da área, a bola levou perigo, mas foi para fora e a partida terminou com o 1x1 no placar. 

As equipes fazem o jogo decisivo no próximo sábado, 22, às 21h05.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!