Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Futebol / FIM DA LINHA

Flamengo decide, e Paulo Sousa não será mais o treinador do time

Flamengo ainda precisa tomar algumas decisões sobre o futuro do treinador, já que não possui um substituto à vista e nem um auxiliar que possa cobrir

Redação Publicado em 09/06/2022, às 06h58 - Atualizado às 13h58

Treinador do Flamengo, Paulo Sousa - GettyImages
Treinador do Flamengo, Paulo Sousa - GettyImages

O Flamengo já decidiu e não tem mais volta: Paulo Sousa não é mais o treinador do time Rubro-Negro. Porém, ele segue no clube carioca, já que a falta de um substituto é o que está impedindo que sua demissão seja oficializada. De acordo com as informações do site "GE", a diretoria optou por não seguir mais com os trabalhos do técnico, mas está esbarrando em dificuldades.

A publicação destaca que Paulo Sousa não vai pedir demissão por conta da multa rescisória de R$ 7,7 milhões e, por conta disso, o Flamengo estaria avaliando uma saída imediata ou se fica com o comandante até definir um novo nome. Vale lembrar que se a decisão acontecer nesta quinta-feira, 9, ou no sábado, 11, o valor a ser pago ao português não muda.

Canal - SportBuzz

Apesar de o clube carioca já ter tomado a sua decisão com relação a continuidade do treinador no comando da equipe, não está descartada a presença de Paulo Sousa em Porto Alegre, onde o time vai encarar o Internacional no sábado, às 21h (horário de Brasília), pela 11ª rodada do Brasileirão e com a pressão ainda mais nas alturas.

O site ainda afirma que essa possibilidade de o português continuar com o elenco até o final da semana aconteceu porque o Flamengo escolheu por passar a semana em Atibaia, cidade em São Paulo que foi designada pela diretoria para que os jogadores pudessem fazer seus momentos de preparação de olho nos confrontos contra Bragantino e Internacional.

Treinador do Flamengo, Paulo Sousa
Treinador do Flamengo, Paulo Sousa (Crédito: Alexandre Vidal/Flamengo/Flickr)

Foi inclusive na partida contra o Bragantino que Paulo Sousa tinha sua chance de se redimir e tentar mais uma chance. Porém, a derrota por 1 a 0 foi definita para que os diretores escolhessem por não seguir com seu trabalho. Além disso, durante os 90 minutos ficou claro que ele ainda não conseguiu o melhor do grupo, sem falar da pouca comunicação no jogo.

A situação

Atualmente, o Flamengo é o 14º colocado no Brasileirão, com 12 pontos somados até aqui, sendo três vitórias, três empates e quatro derrotas. A situação do clube Rubro-Negro pode ficar ainda pior caso o Goiás não seja derrotado pelo Fortaleza nesta quinta-feira, no Castelão. Isso porque os cariocas podem acabar perdendo mais uma posição na tabela.

Treinador se pronuncia

Durante a entrevista coletiva depois da derrota para o Bragantino, o treinador abriu o jogo sobre as críticas que sofre e também em relação a pressão no cargo. De acordo com ele, existem coisas que não são possíveis de controlar, mas que ainda acredita em uma possível retomada de força do time carioca na competição nacional.

"Há coisas que eu não posso controlar, e essas são aquelas com as quais menos gasto energia. Tento trabalhar com os rapazes da melhor maneira que eu sei para tentarmos sermos competitivos e ganharmos jogos. Por isso, tudo aquilo que se comenta e se escreve, com todo respeito, é algo que não posso controlar. Daí o meu foco exclusivamente é analisar meus rivais, passar com clareza os comportamentos dos nossos rivais para o nosso time e tomar decisões para ganhar jogos", afirmou. 


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!