Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » ATLÉTICO-MG

Depois de paralisar as atividades no clube, presidente do Atlético-MG se isola preventivamente

Sérgio Sette Câmara disse estar no grupo de risco do Coronavírus e também comentou sobre as demissões no Atlético-MG

Damaris Andrade Publicado em 18/03/2020, às 15h00

Sérgio Sette Câmara com Alexandre Mattos na contratação do novo diretor executivo de futebol do Galo
Sérgio Sette Câmara com Alexandre Mattos na contratação do novo diretor executivo de futebol do Galo - Twitter @camara_sette

A pandemia de Coronavírus causou grande impacto no mundo inteiro. No esporte, campeonatos foram adiados e alguns até cancelados. Já no Brasil, as federações estaduais e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) suspenderam as atividades por tempo indeterminado.

Nesta terça-feira, 17, o presidente do Atlético-MG, Sérgio Sette Câmara, por precaução ao COVID-19, suspendeu as atividades de todas as equipes na Cidade do Galo. A sede administrativa foi dado o regime de “home office”, para evitar contatos com pessoas que testaram positivo ao Coronavírus.

Em entrevista à Rádio Itatiaia, Sette Câmara afirmou estar no grupo de risco do vírus, por ter uma doença hereditária que o deixa com a imunidade baixa.

Existe um grupo de risco, que são pessoas acima dos 50, 60 anos. Pessoas com hipertensão, diabetes e com questões que possam reduzir imunidade”, disse ele.

Tenho situação hereditária, tomo vacina biológica, tenho imunidade baixa. Me incluo no grupo de risco, seja pela idade, seja principalmente por esta questão, um reumatismo que eu tenho que cuidar há alguns anos”, continuou.

O presidente do Atlético-MG também comentou sobre as demissões que ocorreram no clube essa semana. Também na terça-feira, 17, seis funcionários foram demitidos do Galo: o auxiliar James Freitas, os observadores Bernardo Motta e Neguete, o preparador de goleiros Chiquinho, e os seguranças Jorginho e Lúcio Fábio.

Acho isso natural. Os profissionais, tanto Sampaoli e Alexandre, conversamos no ato da contratação dos dois, e eles falaram que gostariam de fazer mudanças no corpo técnico”, afirmou.

Gostariam de trabalhar com pessoas da confiança deles. Isso acontece, é natural. Algumas pessoas estavam há mais tempo no Atlético, mas ninguém é eterno. Isso faz parte do nosso cotidiano”, concluiu.

O goleiro Victor foi um dos jogadores que se manifestou sobre as demissões, principalmente a do preparador Chiquinho, que estava no Atlético-MG desde abril de 2012.

Hoje encerrou-se um ciclo de mais de 12 anos. Mais que um companheiro de trabalho, um amigo, um pai. Obrigado professor Chiquinho pelo profissionalismo, dedicação, competência, honestidade e alguns puxões de orelha que me ajudaram a chegar onde cheguei! Sua figura foi importantíssima na construção de uma história de grandes conquistas”, disse Victor em seu perfil oficial no Instagram.


5 itens essenciais para os torcedores do Atlético Mineiro

1- Chaveiro de Metal Atlético - https://amzn.to/2MEXNK6

2- Copo Térmico Inox  Atlético - https://amzn.to/2BxzabF

3- Escova Dental Torcedor Atlético - https://amzn.to/2MCj8nn

4- Canivete Multiúso Atlético - https://amzn.to/2PctD2b

5- Fone de Ouvido Atlético - https://amzn.to/2o7SKrX

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!