Sportbuzz
Testeira
Futebol / COLETIVA!

Auxiliar de Fernando Diniz rechaça falhas da defesa e avalia tropeço do Santos

Sem Fernando Diniz, Santos foi derrotado e se complicou na Libertadores

Redação Publicado em 19/05/2021, às 13h38

Fernando Diniz não comandou o Santos na Libertadores - Ivan Storti / Santos FC / Flickr
Fernando Diniz não comandou o Santos na Libertadores - Ivan Storti / Santos FC / Flickr
Na noite da última terça-feira, 18, o Santos se complicou bastante na disputa da Libertadores ao ser derrotado diante do Strongest pelo placar de 2 a 1. Com o revés, a equipe de Fernando Diniz vai para a última rodada em situação delicada para se classificar às oitavas.
 
Suspenso da partida, Fernando Diniz foi substituído pelo auxiliar Márcio Araújo, que faz parte da comissão técnica do treinador. Logo após o jogo, o profissional avaliou a atuação do Peixe e falou sobre as falhas do sistema defensivo ao longo do jogo.
 
 
Costuma-se dizer que quando a gente toma gol é falha da defesa. Mas a gente esquece que o adversário treina, tem competência, sabe jogar na altitude, sabe jogar nesse campo e não estamos reclamando, faz parte da competição. É mais mérito do Strongest do que falha do Santos”, avaliou Márcio Araújo.
 

ESTRATÉGIAS

 
Por conta da altitude, o Santos chegou à cidade de La Paz, na Bolívia, horas antes da partida para tentar amenizar os efeitos diante das circunstâncias apresentadas. No entanto, a atuação da equipe nos primeiros minutos não foi das melhores.
Questionado se a estratégia de logística adotada foi a melhor, Márcio Araújo mostrou bastante firmeza ao avaliar a questão. Além disso, o auxiliar de Fernando Diniz também revelou que poucos jogadores do Santos precisaram do auxílio do oxigênio.
 
Funcionou. Estratégia e logística foram corretas (chegar perto da hora do jogo). Não foram muitos jogadores com o uso do oxigênio. Se eu tivesse que repetir, repetiria a logística. Foi o melhor que pudemos”, finalizou.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!