Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Outros Esportes » FÓRMULA 1

Fórmula 1: GP da Austrália é cancelado por conta da pandemia de coronavírus

Decisão foi tomada horas depois que a McLaren anunciou a desistência da prova após funcionário testar positivo

Gabriela Santos Publicado em 13/03/2020, às 09h14

GP da Austrália é cancelado por conta da pandemia de coronavírus
GP da Austrália é cancelado por conta da pandemia de coronavírus - GettyImages

O GP da Austrália de Fórmula 1 foi oficialmente cancelado. Em conjunto com dirigentes de nove equipes (sem a McLaren, que já havia anunciado a saída na manhã desta quinta-feira, 12), a organização da prova, a direção da categoria e oficiais da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) a primeira corrida da temporada foi suspensa por conta da pandemia de coronavírus. A decisão foi oficializada na noite desta quinta-feira, manhã de sexta em Melbourne.

Após muita indefinição, a medida foi tomada a pouco menos de duas horas antes do início do horário programado para o primeiro dia de treinos livres, que começariam às 22h (de Brasília). Segundo a FIA, os fãs que compraram ingressos serão reembolsados. Ainda não há confirmação sobre uma possível nova data para a prova da Austrália ao longo da temporada.

A decisão de suspender o GP da Austrália saiu após a McLaren anunciar que um integrante da equipe testou positivo para o coronavírus. Os 12 funcionários do time, que tiveram contato nos últimos dias com o membro da equipe, estavam isolados, mas não apresentaram sintomas da doença. A McLaren anunciou a decisão de desistir do GP três horas antes da confirmação do cancelamento pela Fórmula 1.

Até a noite de quinta-feira, na Austrália, a medida era de aguardar as orientações das autoridades do país, o que, até o momento, mantinha a realização da prova de Fórmula 1. Apesar de reunião realizada no início da madrugada de sexta-feira, entre todas as partes envolvidas, não houve uma definição divulgada publicamente e as atividades iniciaram normalmente pela manhã (início da noite de quinta no Brasil).

Próximo ao início dos treinos livres, os torcedores chegavam normalmente ao circuito de Albert Park, mas a entrada não foi permitida. Por volta das 19h (de Brasília), Daniel Andrews, primeiro-ministro de Victoria, onde a pista está localizada, confirmou a proibição da entrada dos fãs caso a corrida prosseguisse. Quase uma hora depois, as partes comunicaram a suspensão do GP da Austrália.

Outras sete pessoas ligadas à Fórmula 1, incluindo quatro funcionários da equipe Haas, passaram por testes nesta semana, mas apenas o funcionário da McLaren testou positivo para o coronavírus.

Antes do comunicado oficial do cancelamento da prova, o hexacampeão mundial Lewis Hamilton declarou que era chocante que a corrida seguisse em meio à pandemia.

“Estou muito, muito surpreso por estarmos aqui. Acho ótimo termos corridas, mas para mim é chocante estarmos todos sentados nesta sala”, disse o piloto inglês, em coletiva realizada em Melbourne.

Sebastian Vettel também demonstrou insatisfação com a decisão de manter o GP, até então. O piloto da Ferrari deu a entender que os próprios pilotos poderiam pedir o cancelamento da prova australiana caso a expansão do vírus prossiga. Kimi Raikkonen, da Alfa Romeo, também falou que a decisão por manter a prova não era a opção correta.

Até agora, outros impactos do coronavírus na Fórmula 1 foram o adiamento do GP da China, marcado para abril, e a confirmação da realização do GP do Barein, daqui a uma semana, com portões fechados para o público. O GP do Vietnã é outro que corre risco de não ser realizado.

Confira a nota oficial da FIA

Após a confirmação de que um membro da McLaren Racing Team testou positivo para o Covid-19 e a decisão da equipe de desistir do Grande Prêmio da Austrália, a FIA e a Fórmula 1 fizeram uma reunião com os outros nove chefes na noite de quinta-feira. Essas discussões terminaram com a visão da maioria das equipes de que a corrida não deveria seguir. A FIA e a Fórmula 1, com o total apoio da Australian Grand Prix Corporation (AGPC), tomaram a decisão de que toda a atividade da Fórmula 1 para o Grande Prêmio da Austrália está cancelada.

Sabemos que estas são notícias decepcionam os milhares de fãs que vão à corrida, e todos aqueles que têm ingressos vão ser reembolsados. Em seu tempo, um novo anúncio será comunicado.

Todas as partes levaram em consideração os grandes esforços da AGPC, Motorsport Australia, funcionários e voluntários para sediar a etapa de abertura da Fórmula 1 em 2020, em Melbourne. No entanto, concluíram que a segurança de todos os membros da família Fórmula 1 e da comunidade em geral, assim como a justiça da competição, são as prioridades.


5 eletrônicos para esportes que prometem facilitar a sua vida

1- Relógio Inteligente Mi Band 4 Xiaomi - https://amzn.to/326G0jZ

2- Câmera Hero 7 Black à Prova D’água 12MP 4K Wifi, GoPro - https://amzn.to/2VwxKY5

3- Fone de Ouvido Xiaomi Redmi Air Dots Com Bluetooth - https://amzn.to/325xcLo

4- Aparelho Abdominal Eletrico Músculo 6 Pack Ems Estimulador - https://amzn.to/2B2Vhq8

5- Cronômetro Digital Incoterm - https://amzn.to/2nyvmUc

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!