Sportbuzz
Testeira
Lutas / MMA / ATÉ A MORTE?

UFC 272: Covington garante "morte" de Masvidal após vitória

Pelo UFC 272, Colby Covington bateu Jorge Masdival e, mesmo com a vitória, o lutador expressou todo o seu desprezo pelo rival e chegou a dizer que poderia ter matado o adversário

Redação Publicado em 07/03/2022, às 14h14 - Atualizado às 14h14

Covington venceu Jorge Masdival no UFC 272 e ainda saiu dizendo que aguentaria mais - GettyImages
Covington venceu Jorge Masdival no UFC 272 e ainda saiu dizendo que aguentaria mais - GettyImages

No UFC 272, realizado na madrugada de sábado, 5, para domingo, 6, Colby Covington teve uma atuação dominante diante de Jorge Masdival e venceu por decisão unânime o rival. Mesmo saindo vitorioso na luta válida pela categoria dos meio-médios, o americano revelou que poderia ter matado o ex-amigo e que também encararia mais cinco rounds. 

Em entrevista ao "Combate", Colby Covington, ainda na saída do UFC 272, realizado em Las Vegas, foi bem claro em seu depoimento. Analisando a luta diante de Jorge Masdival e trazendo fatores externos, que aqueceram a disputa antes do combate nos octógonos, o americano contou que se não fosse pelo Ultimate, ele teria levado o confronto até a "morte". 

CANAL - SPORTBUZZ:

"Não foi meu melhor desempenho, porque foram muitas emoções fluindo. Ele era um verdadeiro amigo meu em um ponto da minha carreira. Mas ele é um ladrão tão traiçoeiro que tentou contar mentiras para a mídia, como ele sempre faz. Ele é um mentiroso e um ladrão, já foi preso por roubar carros e por dar golpes em mãe solteira", começou.

Deixei as emoções tomarem conta de mim, mas ainda assim fui dominante. Acabei de mostrar que não sou o lutador número 1 do mundo à toa. E a luta nem foi competitiva esta noite. Se tivéssemos lutado na rua, ele teria tido a cabeça arrancada, porque ninguém poderia ajudá-lo Ele teve sorte do UFC estar aqui para salvá-lo, porque se lutássemos na rua ele estaria morto".
Covington em ação
Covington bateu Jorge Masdival e saiu com uma vitória imporante no UFC 272 (Crédito: GettyImages)

Colby Covington continuou menosprezando Jorge Masdival e pedindo pela saída do rival da cidade em que ambos treinam. De acordo com o americano, ela ficou pequena demais para os dois. Além disso, o lutador, que saiu vitorioso do principal combate do UFC 272, aproveitou para dizer que aguentaria por mais cinco rounds o adversário mortal. 

"Eu sou o rei de Miami agora. Jorge precisa sair da cidade. Não é grande o suficiente para nós dois. Ele precisa sair, ou ele vai ser esculachado novamente. Nada na luta me surpreendeu. Outra performance dominante. Bati nele do segundo 1 ao minuto 25. Deu pra ver em sua linguagem corporal que ele não tinha mais nada para dar na luta", alfinetou.

Covington ainda completou dizendo que: "Eu estava pronto para mais cinco rounds no estacionamento. Se ele quiser continuar, podemos fazer mais cinco rounds no estacionamento. Traga outro cara, American Trash Team! Eles precisam continuar enviando caras para mim, mas não espere recuperá-los inteiros. Estou pronto para enfrentar dois desses lutadores em uma noite. O rei de Miami apareceu esta noite".


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!