Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » SAÍDA!

Santos prepara rescisão contratual de atacante por justa causa; entenda!

Atleta ficou marcado pelos seus atos de indisciplina nos últimos anos

Izabella Macedo Publicado em 19/03/2020, às 15h46

Santos prepara rescisão contratual com atacante
Santos prepara rescisão contratual com atacante - Instagram

Nesta quinta-feira, 19, em entrevista ao programa Revista do Esporte, da TV Cultura Litoral, Matheus Rodrigues, membro do Comitê de Gestão do Santos, anunciou a decisão do clube em rescindir por justa causa o contrato do atacante Diogo Vitor.

O atual vínculo do atleta com o Peixe é válido até fevereiro de 2021, no entanto, sua atitude indisciplinada ao longo dos anos, como faltas a treinos sem justificativas e sumiços recorrentes,  foram o principal fator pelo qual o clube decidiu encerrar o contrato.

Diogo Vitor era visto como uma das promessas da base do Santos. O clube até chegou a dar inúmeras chances para recuperar o atleta, mas chegou ao limite depois de um novo desaparecimento nesse ano.

Após ser pego no doping por uso de cocaína, em abril de 2018, Diogo cumpriu 18 meses de suspensão e voltou aos trabalhos no CT Rei Pelé em novembro do ano passado. 

Neste ano, no entanto, os problemas voltaram a aparecer e o atleta faltou às atividades do Santos B e se reapresentou com uma semana de atraso e depois não apareceu mais.

Segundo Matheus Rodrigues, mesmo sendo notificado pelo clube, Diogo não deu maiores justificativas para as suas ausências.

"A gente tem, do início de fevereiro para cá, três notificações formais e informais ao atleta. Na última vez que ele compareceu, solicitou ao departamento de futebol mais um prazo para tratar de um problema de família, só que não retornou, não compareceu. A gente deixou isso para o departamento jurídico resolver, mas é muito provável que acabe tendo um fim em breve nessa situação dele porque a gente não tem resposta. O clube precisa tomar uma decisão e está sendo tomada essa semana", afirmou o gestor antes de completar.

"Não entramos com a documentação porque passamos para o jurídico no mesmo dia para que tomassem as providências mediante ao atleta. Demos todas as chances possíveis. Oportunidades, tratamentos, conversas... É um baita cara, mas infelizmente na profissão que exerce precisa estar com a cabeça no lugar e estar focado para aquilo que pretende", finalizou. 

Quando o exame flagrou a substância presente no corpo atleta, inicialmente, Diogo se recusou a se tratar, mas depois se reuniu com o presidente José Carlos Peres e pediu ajuda para retomar os treinamentos e tratamento.

Durante o tempo que cumpriu a suspensão, Diogo Vitor teve seu contrato com o Santos suspenso e assim, não recebeu salários e também não pôde utilizar a estrutura do clube para treinar.

O Sportbuzz entrou em contato com a assessoria do Santos e com o representante de Diogo Vitor, mas até o momento do fechamento desta matéria, não obtivemos resposta.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!