Sportbuzz
Testeira
Futebol / RECLAMOU!

Riquelme lamenta a derrota do Boca Juniors e dispara: “Não deixaram nós nos classificarmos”

Riquelme, vice-presidente do Boca Juniors, ficou na bronca com a Conmebol após eliminação

Redação Publicado em 21/07/2021, às 09h47

Riquelme não concordou com decisões da arbitragem - Getty Images
Riquelme não concordou com decisões da arbitragem - Getty Images

Nesta terça-feira, 20, o Atlético-MG venceu nos pênaltis e eliminou o Boca Juniors nas oitavas de finais da Libertadores. A partida, em geral, foi equilibrada, muito truncada e com poucas chances para os dois lados. Os argentinos até abriram o placar, mas, assim como no jogo de ida, o gol foi anulado pelo VAR.

Em entrevista ao canal "TyCSports", depois do final da partida, Juan Roman Riquelme, ex-jogador e atual vice-presidente do clube argentino, foi claro ao expressar sua insatisfação e atacou a Conmebol.

“Ganhamos os dois jogos e ficamos fora. Fizemos dois gols e não quiseram nos dar. O que está acontecendo é lamentável. Não nos deixaram passar de fase. Por mais gols que fizéssemos, não queriam que o Boca passasse.”, comentou

Todos sabem que o VAR nos eliminou. Dá vergonha que façam as coisas assim. Estamos enojados e nos dói. A Libertadores não está sendo séria. A Conmebol tem que colocar árbitros mais sérios. Estão brincando com o sentimento dos torcedores. O VAR está se equivocando muito e não só com o Boca. Foi assim com o Cerro Porteño também.”, disse

Na primeira partida, a anulação do gol marcado pelo Boca Juniors foi devido à uma falta assinalada pelo árbitro após o auxílio ao árbitro de vídeo. No segundo jogo, a infração assinalada foi um impedimento.

O juiz colombiano Andrés Rojas, responsável pela mediação do primeiro jogo, foi suspenso pela Conmebol após a entidade admitir que o mesmo errou na decisão e prejudicou o time argentino.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!