Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » EITA!

Presidente do Cruzeiro fala sobre polêmica com Felipão e compara insatisfação do treinador com a de Guardiola

Sérgio Santos Rodrigues garantiu que o treinador está participando do planejamento para 2021

Redação Publicado em 20/01/2021, às 13h49 - Atualizado às 14h47

Felipão em ação pelo Cruzeiro
Felipão em ação pelo Cruzeiro - GettyImages

Sérgio Santos Rodrigues abriu o jogo sobre a permanência de Felipãoe a insatisfação do treinador com a situação vivida pelo clube. Em entrevista à Globo, o presidente do Cruzeirodeixou claro que o treinador deve seguir na Raposa em 2021 e já participa do planejamento anual.

Segundo o cartola, a diretoria tem mantido conversas com o técnico, que possui contrato até o final de 2022: "Temos tratado com ele (o planejamento). Até semana passada, nos reunimos. Pré-temporada e reforços têm sido conversado com ele".

Luiz Felipe Scolari tem demonstrado grande insatisfação no Cruzeiro, principalmente em relação a situação econômica da equipe e também sobre a chegada de novos jogadores. O treinador tem tornado sua tristeza com o clube pública e o presidente da Raposa descreveu sua relação com Felipão. 

"Na verdade, quais são as insatisfações públicas? Dele comigo, a gente sempre conversou. Já vi reportagens que, quando eu pergunto ele, ele disse que não foi ouvido. Vamos conversar, que a gente vai entender quem vai vir, como vai vir. Isso a gente tem conversado internamente", afirmou.

Sobre a instatisfação do técnico, Sérgio Santos utilizou uma comparação curiosa: "Salário atrasado é normal (a reclamação). Se for pegar reclamação com a equipe não performar, ontem mesmo o Lisca falou no América, que já subiu. É normal o treinador estar insatisfeito com desempenho da equipe. Se hoje você for lá no Manchester City, o Guardiola vai estar insatisfeito, vai falar que quer reforço"

Ele ainda seguiu comentando a situação financeira do clube e incômodo de Felipão com as dívidas da equipe mineira: "É normal que o treinador brigue, que queira equipe qualificada. Claro que a equipe quer fazer isso também. Claro que isso tem que se encaixar no orçamento".

Por fim, Ségio Santos Rodrigues também quebrou o silêncio em relação aos salários atrasados. Com muitos problemas para quitar as dívidas com os profissionais que trabalham para o clube, o presidente celeste deu detalhes de suas justificativas para todos os atletas e comissão técnica.

"Como qualquer técnico, tem a preocupação dele. Não só por gerir elenco. É uma preocupação natural que todo mundo tem. O que eu explico para ele, falava com os jogadores, que eles falavam que era complicado uma pessoa que ganha menos, está chateada com o salário que não está em dia", explicou. 

Sérgio ainda finalizou: "Aí eu falo: se você fica chateado, imagina eu que tenho a obrigação de pagar. Eu, nos meus negócios privados, que sempre tive na minha vida, sempre busquei e honrei não só pagar salários, como dar benefícios aos meus colaboradores. Se pegar amostragem com quem trabalhei no dia, vai ver o quanto ajudei".



Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!