Sportbuzz
Testeira
Futebol / QUE SITUAÇÃO!

Presidente do Cruzeiro explica punição da Fifa e abre o jogo sobre risco de rebaixamento

Em momento delicado, Cruzeiro segue sofrendo com as sanções da Fifa

Redação Publicado em 15/07/2021, às 14h26

Cruzeiro segue sofrendo com as sanções da Fifa - Bruno Haddad / Cruzeiro / Fotos Públicas
Cruzeiro segue sofrendo com as sanções da Fifa - Bruno Haddad / Cruzeiro / Fotos Públicas

Dentro de campo, a situação do Cruzeiro não é boa. Com resultados irregulares, a equipe se encontra no meio de tabela e tenta se recuperar na disputa da Série B. No entanto, o momento é ainda pior fora das quatro linhas, já que a Fifa segue de olho nas finanças do clube.

Nas próximas semanas, a Raposa deve sofrer uma nova punição da Fifa por conta de uma dívida relacionada à contratação do atacante Riascos. De acordo com as informações do site Superesportes, a pendência financeira gira em torno dos R$ 6 milhões.

 

Diante da iminência da punição, o presidente Sérgio Santos Rodrigues decidiu abrir o jogo sobre o momento do Cruzeiro fora das quatro linhas. Segundo ele, a sanção deve ser imposta nos próximos dias.

“Tivemos essa do Defensor, do Arrascaeta. Agora, em meados de julho, acredito que semana que vem entre outro ‘Transfer Ban’ do Morelia relativo à aquisição do Riascos. Em um cenário próximo não temos nenhum outro julgamento”, explicou o mandatário à Rádio 98 FM.

Com a nova proibição para contratar jogadores, o Cruzeiro deve frear todas as negociações para reforçar o elenco. Apesar da iminente punição, o dirigente negou que outros processos podem desencadear novas sanções ao clube mineiro nas próximas semanas.

O que existe de concreto então é isso. O ‘Transfer Ban’ que tomamos agora e o ‘Transfer Ban’ do Morelia. Tem também uma ação do Rodriguinho, de uma aquisição do Pyramidis que não foi paga, mas que também é uma coisa longa que não tem previsão de prazo ainda”, falou.

RISCO DE REBAIXAMENTO?

Por conta das punições e das dívidas, o Cruzeiro corre o risco de ser rebaixado para a Série C por conta dos processos movidos na Fifa. Questionado sobre o tema, Sérgio Santos Rodrigues não negou a possibilidade, mas afirmou que a sanção não tem prazo para ser definida.

Aquilo que todo mundo fala de ir para a Série C, porque é uma consequência natural de gradação de pena do Al Wahda, do Denilson, que acarretou nos menos seis pontos na temporada passada, quando você toma a punição, inicia-se um novo processo para aplicar uma nova pena. Iniciou-se o processo que pode gerar esse rebaixamento, mas esse não tem prazo definido ainda para acabar ou estabelecido”, finalizou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!