Sportbuzz
Testeira
Futebol / COMPLICOU!

Com dívida pela compra de Duvier Riascos, Cruzeiro sofrerá punição da FIFA e não poderá registrar novos jogadores

Sérgio Santos Rodrigues, presidente do Cruzeiro, revelou que o clube não tem dinheiro para pagar a multa de Riascos

Redação Publicado em 08/07/2021, às 10h23

Cruzeiro encara mais uma punição - Getty Images
Cruzeiro encara mais uma punição - Getty Images

Em entrevista coletiva, Sérgio Santos Rodrigues, presidente do Cruzeiro, foi muito sincero ao falar sobre o atual momento financeiro que o clube vem passando nos últimos tempos. Em meio à entrevista, o presidente revelou que o Cabuloso sofrerá mais um 'transfer ban' vindo da FIFA, o que impede que o clube faça novas contratações ou registre novos jogadores. A punição se deu devido a uma dívida não paga, feita na contratação de Duvier Riascos, em 2015.

"As dívidas da Fifa existem há muito tempo. Infelizmente, estouraram todas de uma vez. São processos que tramitaram três, quatro, cinco, seis anos, conforme for a dívida. Tiveram atletas que renderam muito dinheiro ao Cruzeiro e as dívidas não foram pagas", falou.

Sérgio comentou sobre outro transfer ban sofrido em junho e revelou que o clube não tem recursos para pagar a dívida por Riascos, que gira em torno de R$6 milhões.

"Temos essa do Arrascaeta, que gerou o transfer ban, vamos ter outra do Riascos agora em julho, que geraria outro transfer ban. Não existe, em princípio, recursos para pagá-las. A punição que existe para elas é o não registro de jogadores", explicou.

Os problemas cruzeirenses não param por aí. Isso porque, a dívida com o Defensor, do Uruguai, na contratação de Arrascaeta (R$7 milhões) também não foi paga, mesmo o meia tendo rendido 13 milhões de euros aos cofres do clube mineiro. Segundo Eduardo Carlezzo, advogado especializado em direito desportivo, a punição é válida por três janelas de transferências ou até que o Cruzeiro quite as dívidas. Caso não consiga pagar até o fim do prazo, a punição fica mais severa, podendo acarretar em perda de pontos ou até em um rebaixamento.

O treinador pediu paciência ao torcedor após o transfer ban e lamentou não poder atender ao pedido da torcida em relação a reforços.

"São coisas que a gente não explica. O Arrascaeta foi vendido por um valor absurdo e não foi paga essa dívida, então estoura mais uma no nosso colo. Em julho vai vir outra, oriunda da aquisição do Riascos, que também não tem nada a ver com a gente. Foram atletas importantes para outros títulos, mas que ninguém pagou eles e sobra para a gente pagar aqui na atual situação.", comentou.

"Eu vejo muito (torcedores falando) 'Ah presidente, tem que contratar um atacante, um meia', nós não temos essa perspectiva em curto prazo, só se acontecer uma situação excepcional." finalizou.

O Cruzeiro tem 10 pontos em 10 jogos na Série B e precisa de uma remontada urgente para conseguir brigar para voltar para a elite do futebol brasileiro.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!