Sportbuzz
Testeira
Futebol / EITA!

Presidente do Atlético-MG diz que CBF privilegia Flamengo na Supercopa

O presidente do Atlético-MG criticou a CBF por privilegiar o Flamengo após a escolha de sede da Supercopa: 'A maior prova foi essa'

Redação Publicado em 10/02/2022, às 11h30

Presidente do Atlético-MG critica a CBF - Getty Images
Presidente do Atlético-MG critica a CBF - Getty Images

No dia 20 de fevereiro teremos o confronto entre Atlético-MG e Flamengo, pela Supercopa do Brasil, que por decisão da CBF será disputada em Cuiabá, na Arena Pantanal. E a decisão tomada pela Federação foi alvo de críticas pelo presidente do Atlético, Sergio Coelho, vendo um favorecimento aos cariocas.

"A insatisfação é porque a CBF deveria ter o cuidado de dar a igualdade aos dois clubes para uma decisão tão importante como essa. No nosso entendimento, a marcação para a Arena Pantanal privilegia nosso adversário por três motivos”, disse Sergio Coelho à Rádio Itatiaia na última quarta-feira, 9.

 

 

Canal - SportBuzz

O presidente também apontou a força que o Flamengo tem em Cuiabá, detentor de uma grande torcida no estado, o tempo de pré-temporada maior para o Fla e uma suposta informação privilegiada para os cariocas, sobre a sede da disputa. Para o presidente, esses são os fatores que privilegiam o rubro-negro.

“Todos sabem da grandeza da torcida do Flamengo em números. A nossa torcida, a mais apaixonada do mundo, não vai conseguir estar na Arena Pantanal pela distância, pelos custos. Certamente o Flamengo tem muitos torcedores naquela região, no Brasil inteiro, a gente reconhece isso, mas gera um desequilíbrio", disse Sergio.

Presidente do Atlético-MG critica CBF
Presidente do Atlético-MG critica a CBF - Crédito: Bruno Cantini / Agência Galo / Atlético / Flickr

 

"O segundo problema é que, devido o Atlético ter disputado as duas partidas da final Copa do Brasil, a gente entrou de férias alguns dias depois do Flamengo. O Flamengo voltou a treinar bem antes que o Atlético. Estamos oito ou dez dias atrás deles na preparação física. Considerando que Cuiabá é uma cidade muito quente, certamente vai estar 35 ou 40 graus na hora do jogo e isso beneficia nosso adversário", continuou o presidente.

"O que mais incomodou foi quando ficamos sabendo ontem, através de uma matéria, que seria lá, o nosso departamento de logística fez contato no melhor hotel da cidade para que a gente ficasse lá. A resposta do hotel que chegou para nós é que o Flamengo já tinha marcado", disse Coelho, que prosseguiu.

"Então essa decisão já vinha sendo discutida na CBF e o Flamengo já sabia da decisão. A maior prova foi contratar o hotel com alguns dias de antecedência. Essas desigualdades nos incomodam muito mesmo", finalizou. De qualquer maneira, o Flamengo só está na competição por ter sido vice no Brasileiro.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!