Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Futebol / COLETIVA!

Godín abre o jogo sobre má fase ao chegar no Atlético-MG

Apresentado oficialmente, Godín concedeu entrevista coletiva, analisou sua queda de produção e rasgou elogios ao tamanho do Atlético-MG

Redação Publicado em 21/01/2022, às 17h02

Godín é o novo zagueiro do Atlético-MG - Pedro Souza / Atlético / Flickr
Godín é o novo zagueiro do Atlético-MG - Pedro Souza / Atlético / Flickr

Na tarde desta sexta-feira, 21, o zagueiro uruguaio Diego Godín (35) foi oficialmente apresentado como novo reforço do Atlético-MG. Em entrevista coletiva, o experiente atleta se mostrou bastante animado com o desafio para a sequência da carreira e rasgou elogios ao tamanho do clube brasileiro.

As melhores sensações. A verdade é que estou contente, com muita alegria. Todos me receberam muito bem. Me fizeram sentir, desde o primeiro dia, como um a mais. Um ambiente de trabalho com alegria, energia, bons profissionais e uma grande equipe. Sempre há um período de adaptação e aqui tem sido muito fácil”, iniciou Godín.

CANAL - SPORTBUZZ:

O Atlético é uma equipe grande, conheço desde sempre. Muito crescimento nos últimos anos, uma grande temporada no ano passado, sobretudo ganhando o Brasileirão e a Copa do Brasil. Para mim, conseguir o título do campeonato local fala de uma equipe que foi regular e ganhou todo ano. A melhor equipe do Brasil foi o Atlético”, completou o zagueiro.

Perguntado sobre sua recente fase no futebol italiano, Godín não quis culpar os antigos companheiros de Cagliari. No entanto, o zagueiro afirmou que a má fase da equipe prejudicou o desempenho de todos os jogadores. Apesar disso, o uruguaio se mostrou animado para recuperar os melhores momentos da carreira.

Godín cumprimenta colega no Atlético-MG
Godín já parece estar adaptado ao Atlético-MG (Crédito: Pedro Souza / Atlético / Flickr)

"No Cagliari, foi um ano difícil, onde coletivamente não conseguimos os resultados, manter uma regularidade. Troca de treinadores. O rendimento coletivo e individual da grande maioria foi baixo. O Godín de 25 anos não é o mesmo de agora, por razões óbvias. Mas sigo com a mesma ilusão, a mesma energia e com outras qualidades diferentes de quando tinha 20 anos. Me sinto bem, com vontade, e nesta equipe campeã vou retomar o nível”, encerrou.

Em entrevista à “TV Galo”, Godín reafirmou o enorme desejo de jogar a Libertadores novamente em solo sul-americano. Além disso, o zagueiro uruguaio contou que possui muitas expectativas em torno da temporada, já que o elenco da equipe mineira possibilita grandes chances de triunfo no ano de 2022.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!