Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » COMPLICADO!

Índio, do Guarani, revela ameaças recebidas após troca de clube; entenda!

Volante ainda projetou a temporada de 2021 com a camisa do Bugre

Redação Publicado em 19/02/2021, às 10h43

Índio é o novo reforço do Guarani
Índio é o novo reforço do Guarani - Reprodução / Youtube / TV Guarani

No futebol, a rivalidade costuma ser levada em consideração no momento dos jogadores trocarem de clube. Para evitar qualquer tipo de preocupação, os atletas avaliam os prós e contras que uma ida para o time rival pode significar na carreira.

Mesmo assim, a transferência de jogadores para times rivais costuma ser bastante comum no meio do esporte. E uma delas aconteceu recentemente. Após deixar a Ponte Preta, o volante Índio acertou com o Guarani e teve que mudar alguns hábitos da rotina.

Em entrevista coletiva, Índio afirmou que bloqueou os comentários das redes sociais, já que vinha sofrendo ameaças de alguns torcedores da Ponte Preta. Para evitar a exposição, o jogador se afastou da internet.

“Sou adepto às redes sociais, mas em virtude da rivalidade eu desativei os comentários. Minha esposa mexe muito no meu celular e nas minhas redes. Claro que eu queria receber o carinho da torcida do Guarani e já vi que muitas pessoas começaram a me seguir, a me acompanhar. Mas tem o lado ruim também”, confessou Índio.

“O pessoal da Ponte Preta ficou um pouco chateado e tem algumas pessoas que são mais maldosas e ameaçam, falam palavras que não são legais. Então eu preferi bloquear as redes sociais para não ver coisas desnecessárias”, completou.

Além disso, Índio também projetou a temporada de 2021 com a camisa do Guarani. Para ele, o objetivo principal é retomar o protagonismo alcançado no início da última jornada do futebol brasileiro.

“Quero voltar a me sentir importante. Acredito que no Guarani, sem uma parada no meio da temporada e tendo esse tempo todo de trabalho, vou aproveitar as oportunidades e atuar com mais regularidade. Antes da paralisação disputei todas as partidas e fiz dois gols. Depois da parada, tive poucas oportunidades, mas nas vezes em que fui utilizado acho que fui bem. Poderia ter tido mais chances, mas isso é passado”, finalizou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!