Sportbuzz
Testeira
Futebol / COMPLICADO

Gallardo diz que River foi "dizimado" após dias de surto de coronavírus no elenco: "Vi pouca generosidade"

Gallardo relembrou da infecção de 25 jogadores do River pelo coronavírus nos últimos dias

Redação Publicado em 26/05/2021, às 07h05

Gallardo diz que River foi dizimado após infecções por coronavírus - GettyImages
Gallardo diz que River foi dizimado após infecções por coronavírus - GettyImages
As últimas semanas para o River Plate não estão nada fáceis. Nesta terça-feira, 25, a equipe argentina entrou em campo diante do Fluminense bem no dia do aniversário, e apesar de ter perdido por 3 a 1, avançou às oitavas de final da Libertadores.
 
Isso só foi possível porque Santa Fe e Junior Barranquilla empataram sem gols. Nesta terça, o clube argentino completou 120 anos de fundação.
 
 
Em entrevista coletiva após o jogo, o técnico Marcelo Gallardo falou sobre as dificuldades impostas pelo surto de coronavírus no elenco do River, e classificou esse período como seus "dias mais difíceis" no comando.
 
"Tudo que aconteceu nessas últimas semanas, não ter jogadores disponíveis, estar atenção à situações de saúde e ter que competir... Foram duas semanas muito duras, e jogamos partidas decisivas nesse processo. Gerou muito mais estresse. Seguimos adiante com muita dificuldade. Chegamos com o justo para a partida de hoje. O que se viu foi uma equipe dizimada", disse o treinador.
 
Essa superação da equipe argentina, inclusive, foi elogiada por Fred, que comemorou os avanços do Fluminense e dos argentinos às oitavas. Na opinião do atacante Tricolor, os dois clubes mais merecedores garantiram a vaga.
 
Na rodada passada, os desfalques pelo coronavírus no clube argentino levaram à escalação do volante Enzo Pérez como goleiro, para o duelo contra o Santa Fe. A camisa usada pelo "goleiro", eleito o melhor em campo na vitória heroica por 2 a 1, foi exposta no museu do River Plate.
 
"O que nos prejudicou foi o vírus, que nos atacou muito forte. Fizemos um grande esforço na semana passada, a equipe em uma adversidade tremenda. Isso nos alimentou, mas chegamos muito desgastados. (...) Sem treinamento, mas começaram a jogar pensando em dar o melhor. O que nos baqueou foi essa maldita pandemia", contou o treinador.
 
"Temos que dar o melhor em um esporte em que claramente há muito em jogo, mas às vezes precisamos ser um pouco mais racionais. E é isso que vimos recentemente: pouca generosidade", completou.
 
Para o duelo desta terça contra o Fluminense, a Conmebol vetou o retorno de quatro atletas do River Plate dos 13 que cumpriram quarentena após contraírem a Covid-19, sendo o volante Zuculini, o goleiro Petroli e os meias Ponce e Rollheise.
 
Além do quarteto, o zagueiro Díaz, que vinha sendo titular, e o goleiro reserva Bologna apresentaram sequelas nos exames após a infecção e não foram relacionados.
 
Outros sete contaminados seguiram em quarentena e também foram desfalques no jogo contra o Fluminense. Dentre eles estava o lateral Montiel, que marcou o gol contra os Tricolores no Maracanã.

 

 

 

 

 
 
 
 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!