Sportbuzz
Testeira
Futebol / COMPLICADO

Flamengo envia carta à Ferj e reclama de Fred e Felipe Melo

Flamengo alegou na carta que Alexandre Vargas Tavares de Jesus teve uma arbitragem "catastrófica", sendo omisso em algumas situação durante o clássico

Redação Publicado em 08/02/2022, às 06h53

Treinador, auxiliar e jogador do Flamengo conversando durante o clássico com o Fluminense - Gilvan de Souza/Flamengo/Flickr
Treinador, auxiliar e jogador do Flamengo conversando durante o clássico com o Fluminense - Gilvan de Souza/Flamengo/Flickr

Depois do polêmico clássico entre Flamengo e Fluminense, no último domingo, 6, a equipe Rubro-Negra decidiu por enviar no fim da tarde desta segunda-feira, 7, uma carta de reclamação à Comissão de Arbitragem de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Coaf-RJ). O conteúdo deu destaque ao comportamento de Felipe Melo e Fred, questionando a não expulsão de ambos.

A carta, assinada pelo vice-presidente geral Rodrigo Dunshee de Abranches, foi endereçado ao diretor da Coaf-RJ, Luiz Mairovitch, e fala de "graves erros ocorridos no jogo Flamengo x Fluminense". O lance que está sendo questionado pelo Flamengo é a anulação do pênalti que foi marcado aos sete minutos, e anulado posteriormente depois da recomendação do VAR.

Canal - SportBuzz

Por conta dos diversos erros que alega ter visto o árbitro cometendo, o Flamengo avaliou que a atuação do árbitro Alexandre Vargas Tavares de Jesus foi "catastrófica" no aspecto disciplinar, afirmando que ele só tomou suas decisões depois de ser "empurrado, pressionado e desmoralizado pela equipe do Fluminense".

Ainda, o clube argumentou que Vargas foi omisso ao não fazer nada com relação a atitude de "afrontamento e intimidação" por parte de Felipe Melo e Fred, que "empurraram e desrespeitaram" o árbitro. Em contato com o site "GE", o diretor da Coaf, Luiz Mairovitch, disse que vai receber representantes do Flamengo ainda nesta semana para falar das reclamações.

Jogadores de Flamengo e Fluminense no clássico carioca
Jogadores de Flamengo e Fluminense no clássico carioca (Crédito: Marcelo Cortes/Flamengo/Flickr)

 

"Recebemos uma carta com algumas ponderações que têm a ver com a gente e outras que não têm. Citando o caso do racismo, por exemplo, que não tem a ver conosco. E alguns lances da partida, como interrogações de faltas não marcadas e sobre cartões. A gente vai se explicar", disse ao site.

Com relação à arbitragem da partida do Campeonato Carioca em questão, Mairovitch admitiu que alguns pontos que foram vistos durante o confronto entre as equipes precisam ser debatidos. No entanto, ele destacou que em sua opinião, a atuação de Alexandre Vargas Tavares de Jesus não teve interferência no resultado final do jogo.

"A Comissão de Arbitragem da Federação de Futebol do Rio está avaliando. O Vargas é um árbitro novo, um árbitro CBF, e que foi muito bem, mas alguns lances temos que reavaliar. O Flamengo também falou do pênalti não marcado, mas ali realmente não bateu na mão. Revimos várias vezes. Vamos explicar para os representantes do Flamengo, e o Flamengo sabe que a arbitragem não interferiu em nada. Houve alguns pontos discutíveis, mas o árbitro não interferiu no resultado final", avaliou o dirigente.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!