Sportbuzz
Testeira
Futebol / CAMPEÃO!

Espetacular! Atlético-MG vira contra Bahia e é campeão do Brasileirão

Atlético-MG saiu perdendo por 2 a 0 contra o Bahia, mas buscou a virada e conseguiu o título do Brasileirão; Keno e Hulk maracaram os gols da vitória

Redação Publicado em 02/12/2021, às 18h55 - Atualizado às 19h54

Atlético-MG vence Bahia e é campeão do Brasileirão - GettyImages
Atlético-MG vence Bahia e é campeão do Brasileirão - GettyImages

Foi no sofrimento, foi na raça, foi na vibração. O torcedor do Atlético-MG relembrou em 90 minutos de jogo contra o Bahia os 50 anos sem título do Brasileirão. Numa virada espetacular, onde o time perdia por 2 a 0, a dupla Hulk e Keno brilhou para quebrar o tabu do Galo e garantir a conquista do Campeonato Brasileiro de 2021 com um placar de 3 a 2. 

O Bahia chegou a fazer 2 a 0 no segundo tempo, com gols de Gilberto e Luiz Otávio. Parecia que o título do Atlético-MG não viria nesta quinta-feira, 2, na Arena Fonte Nova, porém a equipe de Cuca mostrou o porquê é considerada uma das melhores do Brasil. Com uma atuação fantástica de Keno, que marcou dois gols, e de Hulk, o Galo virou e se tornou campeão. 

CANAL -SPORTBUZZ: 

Como foi o primeiro tempo?

A primeira etapa entre Bahia e Atlético-MG foi de muita tensão e algumas boas chances de gol para os dois lados. O Tricolor, precisando da vitória para fugir do rebaixamento, pressionou a saída de bola rival e saiu em contra-ataques. Enquanto isso, o Galo teve mais a possde da bola e buscou achar espaços para surpreender os mandantes. 

As melhores chances do Atlético-MG no jogo saíram dos pés de Keno e Nacho. O primeiro foi quem mais tentou no ataque e até apareceu mais vezes que Hulk e Diego Costa. O atacante finalizou em duas oportunidades e Danilo Fernandes defendeu. O goleiro do Bahia ainda trabalhou num chute perigoso do argentino do Galo.

Crédito: Bruno Sousa / Atlético-MG / Nacho disputando bola com Nino Paraíba e Rossi

 

Enquanto isso, o Bahia não apresentou grandes jogadas, mas também fez de tudo para atrapalhar o Atlético-MG. Jogando com muita raça e procurando sempre a bola para tentar ir em direção ao gol, Everson não chegou a fazer uma boa defesa, mas viu o Tricolor ficar perto de abrir o placar numa cabeçada de Rodriguinho. 

Mesmo com os dois times precisando da vitória, o placar final do primeiro tempo ficou no 0 a 0 e com ambas equipes dispostas a irem para o ataque em busca dos três pontos. De maneira geral, os 45 minutos iniciais foram bem equilibrado entre Bahia e Atlético-MG, mas faltou algo mais paar que a bola fosse para as redes. 

E o segundo tempo?

O segundo tempo já começou com um Atlético-MG indo para cima do Bahia e tendo sufocar a equipe de Guto Ferreira. A pressão inicial quase deu certo logo de cara, depois que Zaracho recebeu de Hulk e arriscou a finalização. O argentino saiu para comemorar, mas ela carimbou na trave e saiu pela linha de fundo. 

Apesar do susto no começo da segunda etapa, a partida teve seus 15 minutos de loucura e com ambos times tentando balançar as redes. O Atlético-MG ocupou o setor ofensivo, partiu para cima e obrigou Danilo Fernandes a fazer boas defesas. Enquanto isso, o Bahia saiu em velocidade e obrigou Everson a trabalhar em finalizações de Raí Nascimento e Rossi.

Depois de todo esse momento de pressão, quem acabou abrindo o placar em Salvador foi o Bahia. Luiz Otávio aproveitou o cruzamento e colocou a cabeça na bola para fazer 1 a 0 e tirar a alegria do torcedor do Atlético-MG. Após o tento o Galo ficou desesperado e saiu para tentar empatar e buscar a vitória. 

E a alegria do torcedor do Bahia não parou por aí. Quatro minutos depois de abrir o placar, o Atlético-MG se lançou para o ataque e deixou espaço na defesa. Matheus Bahia avançou pela esquerda e colocou para área, Gilberto se antecipou a zaga e colocou a bola para o fundo das redes 2 a 0 em Salvador. 

Crédito: GettyImages: Jogadores do Bahia comemorando o gol

 

O Bahia viu sua festa ficar um pouco complicada em Salvador. Aos 27 minutos, Luiz Otávio acabou derrubando Eduardo Sasha na área e o juiz marcou pênalti. Hulk foi para a bola, bateu com categoria e diminuiu a diferença no placar. 2 a 1 e Atlético-MG todo no campo de ataque para buscar o empate. 

E não deu muito tempo para o Bahia comemorar. O Atlético-MG, no lance seguinte ao gol de Hulk, voltou ao ataque e conseguiu o empate com Keno. O atacante recebeu dentro da área, cortou a marcação e bateu firme para vencer Danilo Fernandes na jogada. 2 a 2 e partida totalmente aberta na Fonte Nova. 

E o que poucos esperavam aconteceu. Aos 32 minutos, Keno recebeu num contra-ataque em velocidade, ficou cara a cara e finalizou com força para fazer 3 a 2, deixar o Bahia abatido e garantir o título do Brasileirão para o Atlético-MG. 


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!