Sportbuzz
Testeira
Futebol / COM ESPERANÇA!

Carille comemora vitória do Santos após deixar Z4 do Brasileirão: "Que a mudança possa ter começado"

Comandante do Santos, Carille celebrou bastante o esforço dos jogadores para conquistar a vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense, e deixar a zona de rebaixamento do Brasileirão para trás

Redação Publicado em 28/10/2021, às 08h45

Fábio Carille, treinador do Santos durante treinamento da equipe - GettyImages
Fábio Carille, treinador do Santos durante treinamento da equipe - GettyImages

Depois de encarar uma sequência complicada, e chegar até a zona de rebaixamento do Brasileirão, o Santos conseguiu dar um passo importante na luta para não cair para a Série B na noite desta quarta-feira, 27, quando superou o Fluminense por 2 a 0 sob o comando de Carille deixou a posição de entrada no Z4, agora somando 32 pontos na 16ª colocação.

 

Após o confronto, que aconteceu na Vila Belmiro, casa santista, o técnico Fábio Carille comemorou bastante o fato de o time ter conseguido sair da zona da degola, e por agora conseguir respirar no Brasileirão. O comandante ainda disse que espera que esse triunfo possa ser o marco da recuperação do Santos na competição nacional.

"Foi um jogo de entrega, de determinação. O campeonato vai afunilando e a importância do resultado é mais urgente. Os jogadores estão dedicados demais. É um grupo que trabalha, que faz o seu melhor. Esperamos que essa mudança possa ter começado hoje com a vitória", disse o treinador antes de completar.

"O jogo contra o Fluminense, que vem de vitória de clássico com o Flamengo, então sabíamos das dificuldades e da pressão, ainda mais pela derrota em casa na última semana. Mas estamos muitos felizes por essa vitória tão importante para nós", concluiu o pensamento.

Com essa vitória, o Santos só não conseguiu subir mais na tabela de classificação por conta do empate entre Bahia e Ceará. Falando da briga contra o rebaixamento, esse marco não é uma novidade na carreira de Carille, e como já passou por isso antes, o treinador disse que sabe como fazer para livrar o Peixe de vez desse risco.

"Para falar a verdade, essa situação do Santos não está sendo a minha primeira experiência. Quando chego no Al-Ittihad (da Arábia Saudita), o time estava perto da zona de rebaixamento. Estou tentando fazer aqui um papel mais de pai, porque paulada está vindo de todos os lados. Não adianta eu, como treinador, fazer cobranças desnecessárias, cobranças que podem levar eles mais para baixo. O meu papel, e da comissão, é passar confiança, saber conversar com cada um deles, saber falar em grupo, de ser positivo no momento. Porque, repetindo, vem da imprensa, torcida, redes sociais, então temos aqui que acalmar eles, mostrar o caminho dentro de campo com trabalho e treinamento para eles se sentirem cada vez mais confiantes", indicou.

Agora mais confiante e pronto para deixar essa história de rebaixamento oficialmente para trás, o Santos volta a campo neste sábado, 30, às 17h (horário de Brasília), quando encara o Athletico-PR fora de casa e sem a presença de Marinho e Vinícius Zanocelo no elenco, já que ambos levaram o terceiro cartão amarelo e estão suspensos.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!