Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Futebol / TRISTEZA

Botafogo: Daniel Borges abre o jogo após derrota para o Palmeiras

Lateral do Botafogo, Daniel Borges lamentou a goleada sofrida para o Palmeiras no Allianz Parque e afirmou o que fará para mudar o cenário do time

Redação Publicado em 10/06/2022, às 16h48

Daniel Borges, do Botafogo - Vítor Silva/Botafogo/Flickr
Daniel Borges, do Botafogo - Vítor Silva/Botafogo/Flickr

O lateral do Botafogo, Daniel Borges, foi sincero a respeito do revés diante do Palmeiras, pelo placar final de 4 a 0, válido pela 10ª rodada na Série A do Campeonato Brasileiro. Além disso, fez seus próprios palpites sobre o que a torcida do clube carioca deve sentir ao se deparar com a partida e resultado apresentados.

“O torcedor vai ficar triste, bravo, não sei qual sentimento que vai ter. O sentimento que eu tenho é de raiva, de tristeza da derrota como foi”, desabafou Borges. “Mas temos que manter a cabeça fria, concentrar naquilo que a gente vem fazendo no dia a dia. Até porque se a gente deixar o externo entrar para dentro do grupo vai dificultar muito na sequência da competição”.

CANAL - SPORTBUZZ:

O jogador ainda ressaltou que a postura em campo refletiu no resultado final: “Não podemos repetir o início de jogo que tivemos. Com 18 minutos já estava 2 a 0. Sabíamos que seria um jogo difícil e que o Palmeiras pressionava muito no início da partida, mas não ocupamos os espaços que deveríamos. Acabamos também tomando o gol de bola parada, o que dificultou para o restante da partida”.

Em tom de apelo, o camisa 20 revelou o que precisa ser deixado de lado para o Botafogo se reerguer. “Não podemos nos entregar. Temos que manter a cabeça erguida. Não é porque perdemos o jogo que o campeonato acabou, não, tem muitas rodadas pela frente ainda. É botar a cabeça no lugar, concentrar, porque a próxima rodada está aí e precisamos pontuar em casa”, cravou.

Daniel Borges em treino do Botafogo
Daniel Borges em treino do Botafogo (Créditos: Vítor Silva/Botafogo/Flickr)

Sobre a posição de improviso no lado esquerdo do campo, reforçou sua confiança nos comandos do técnico Luís Castro: “Estou treinando no dia a dia. Sei aquilo que o professor pede para fazermos na lateral. Sou lateral-direito de origem, mas gosto de estar em campo, gosto de ajudar o Botafogo e meus companheiros. E se a maneira que eu posso ajudar o Botafogo nesse momento é na lateral esquerda eu vou continuar dando meu melhor, meu máximo”.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!