Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Futebol / COMENTOU!

Advogada de vítima fala de caso Daniel Alves: "Ela se lembrava de tudo"

Advogada da vítima, Ester García Lopez, falou em entrevista ao "UOL" sobre o depoimento e sobre a ajuda psicológica que sua cliente tem tido na Espanha

Redação Publicado em 25/01/2023, às 17h11

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Advogada da vítima fala sobre caso Daniel Alves - Getty Images
Advogada da vítima fala sobre caso Daniel Alves - Getty Images

O caso Daniel Alves segue rendendo assunto na mídia de todo o mundo, e agora a advogada da vítima falou sobre o ocorrido. Segundo ela, sua cliente tem feito acompanhamento psicológico por meio de uma entidade especializada no assunto, além de também ter dado mais detalhes do caso na entrevista concedida ao "UOL".

"Por sorte, ela saiu da discoteca de ambulância e foi direto para a Unidade Central de Agressão Sexual (UCAS). Então, diferentemente do que acontece com a maior parte das vítimas de violência sexual, que, por nojo, lavam suas roupas íntimas, ela não teve tempo de pensar nisso. Ela foi atendida rapidamente, enquanto os indícios permaneciam lá", comentou sobre as provas.

Na sequência, Ester García Lopez falou sobre o depoimento de sua cliente, que segundo ela foi sem contradições: “Ela deu um depoimento conciso, sem qualquer contradição, e isso é raro. Muitas mulheres sofrem de estresse pós-traumático e esquecem detalhes, se lembram depois, e isso não invalida a verdade”, que continuou na sequência.

"Mas no caso dela, isso não aconteceu. Ela se lembrava de tudo, do início ao fim. Isso, junto à possibilidade de fuga por parte do senhor Alves, que tem uma condição financeira favorável e dupla nacionalidade, foram determinantes para a prisão", completou a defensora, que segue trabalhando para a condenação.

Jogador está preso preventivamente na Espanha
Jogador está preso preventivamente na Espanha / Créditos: Getty Images

Daniel Alves está preso em Barcelona, na Espanha, desde a última sexta-feira, 20, pelo suposto crime sexual que teria sido cometido em uma boate espanhola no dia 30 de dezembro. A sua detenção está nomeada como preventiva, como a advogada falou, por risco de fuga do país e da dupla nacionalidade do atleta.


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!