Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Fórmula 1 / Rivalidade

Alonso relembra rivalidade com Hamilton e culpa ex-chefe

Em documentário lançado recentemente, o piloto espanhol admitiu parcela de culpa em sua relação com o heptacampeão mundial de Fórmula 1 na McLaren

Redação Publicado em 31/01/2024, às 17h45 - Atualizado às 17h46

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Alonso relembra sua rivalidade com Hamilton e culpa ex-chefe - Getty Images
Alonso relembra sua rivalidade com Hamilton e culpa ex-chefe - Getty Images

Fernando Alonso e Lewis Hamilton, dois dos pilotos mais experientes do atual grid da Fórmula 1, protagonizaram uma das maiores rivalidades da história da categoria. Agora, após mais de 15 anos, o espanhol fez algumas reconsiderações e comentou sobre como a imaturidade de ambos abalou a relação da equipe, ainda por cima com a parcela de culpa do antigo chefe da McLaren, Ron Dennis.

Tivemos um chefe que não soube controlar a situação. Na McLaren de 2007, nós pilotos tínhamos controle demais. Algumas coisas vão ficar guardadas às sete chaves. Apaguei muitas coisas da cabeça, mas foi um ano difícil. Eu e Hamilton fomos os principais culpados, por nossa imaturidade e falta de trabalho em equipe”, disse Alonso em novo documentário. 

No começo daquela temporada, a equipe trouxe o então bicampeão pela Renault e o atual campeão da GP2 Series (Agora Fórmula 2), Hamilton. E o que era para ser uma rivalidade comum entre dois pilotos jovens, ganhou grande tensão após algumas polêmicas.

O ex-mecânico Marc Priestly, que trabalhou na equipe durante a década de 2000, afirmou em seu livro que a equipe e seu diretor davam certo favoritismo para o britânico. Além disso, existiam muitas discussões durante as reuniões de equipe.

“A equipe não tomava uma direção ou seguia uma filosofia para desenvolver um carro adaptável a nós dois. Cada um estava procurando obter uma vantagem para si”, afirmou Alonso.

Nas últimas temporadas, a rivalidade dos dois ganhou um tom mais amistoso, mesmo com disputas como no GP da Bélgica de 2022 e o GP do Canadá de 2023. Ambos mantêm o respeito entre si, mas o espanhol descartou uma possibilidade de aproximação fora das pistas.

Agora temos outro tipo de rivalidade. Mas não acho que seremos amigos no futuro e nunca seremos. Não compartilhamos muitas coisas. Mas é verdade que, em 2007, a rivalidade escalonou para outro grau. Estávamos na mesma equipe, dividindo a mesma garagem, viajamos juntos várias vezes e nas reuniões, começamos a notar que surgia essa fricção”, disse Fernando Alonso.


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!