Sportbuzz
Outros Esportes / ATLETAS OLÍMPICOS!

Prêmio Brasil Olímpico anuncia vencedores com Rebeca Andrade e mais!

Com a conquista do Prêmio Brasil Olímpico, Rebeca Andrade levou o troféu de forma inédita, enquanto do outro lado tivemos um tetracampeonato com o maior vencedor da premiação

Redação Publicado em 08/12/2021, às 07h29

Rebeca Andrade fazendo seus discurso depois de levar o Prêmio Brasil Olímpico - Transmissão SporTV
Rebeca Andrade fazendo seus discurso depois de levar o Prêmio Brasil Olímpico - Transmissão SporTV

Nesta terça-feira, 7, tivemos uma vencedora inédita do Prêmio Brasil Olímpico, que aconteceu em cerimônia realizada em Aracaju, Sergipe. A ginasta Rebeca Andrade levou a honraria pela primeira vez na carreira, enquanto Isaquias Queiroz, da canoagem, quebrou o recorde e deixou os adversários para trás, se tornou tetracampeão da premiação.

Canal - SportBuzz

Isaquias Queiroz, levando seus quatro títulos passou a marca que era mantida por Cesar Cielo, que tinha três na conta, e agora pode dizer que é o maior vencedor do Prêmio Brasil Olímpico. Na outra premiação que aconteceu na noite passada, Fernanda Garay levou o troféu de Atleta da Torcida.

"É uma honra poder receber esse troféu, quarta vez, igualando o número de medalhas olímpicas. Primeiramente, queria agradecer ao COB pelo apoio que tem dado sempre. São tantas pessoas, muita gente. Minha equipe, à minha esposa, toda garotada de Lagoa Santa. Não poderia deixar de citar o Jesus Morlán. E Jesus, sabendo da situação dele, chamou um cara. Nada melhor do que fechar as Olimpíadas com medalha de ouro com o Lauro (de Souza Júnior, técnico). Ele assumiu a missão de ganhar uma medalha olímpica. As pessoas pensam que Jesus deixou o treinamento, mas não. Foi o Lauro. Graças a ele ganhei a medalha de ouro", disse o canoísta na cerimônia que foi transmitida pelo canal "SporTV".

Isaquias Queiroz durante o Prêmio Brasil Olímpico, que também foi conquistado por Rebeca Andrade (Crédito: Transmissão/SporTV)

 

Já na categoria feminina, Rebeca Andrade, que foi campeã olímpica e mundial em 2021, deixou para trás Ana Marcela Cunha, que foi ouro em Tóquio nas águas abertas, e Rayssa Leal, a Fadinha do sakte, vice-campeã da modalidade. Já Isaquias superou os também campeões olímpicos Ítalo Ferreira, do surfe, e Hebert Conceição, do boxe.

"Esse momento está bem importante para mim, esse ano consegui realizar todos meus objetivos. Esse ano foi tão incrível, sou grato para a minha família, meus amigos, incentivaram para que eu continuasse acreditando nos meus sonhos. Hoje eu sinto que o prêmio não é só meu, é de todos os atletas", comemorou Rebeca, que não pôde estar presente no evento, mas enviou um vídeo.

A eleição de Rebeca e Isaquias como os melhores deste ano veio através de um colégio eleitoral formado por jornalistas, que votaram nos melhores atletas do ano e também nos principais nomes de cada uma das modalidades. Essa, inclusive, foi a primeira vez que a festa aconteceu em um estado do Nordeste, muito em função da campanha dos atletas da região nas Olimpíadas.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!