Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Outros Esportes » FÓRMULA 1

Possível tratamento de Schumacher é questionado por médicos especialistas

“Estão alimentando falsas esperanças”, disse um grande nome da medicina

SportBuzz Digital Publicado em 12/09/2019, às 11h30

Michael Schumacher
Michael Schumacher - GettyImages

Nas últimas semanas, o nome de Michael Schumacher voltou aos holofotes das mídias. Após ser removido de sua casa, na Suíça, onde seguia em tratamento domiciliar depois do grave acidente que sofreu, em 2013, enquanto esquiava, o ex-piloto foi encaminhado para um hospital em Paris, onde estaria realizando um tratamento com células-tronco.

Neste intervalo de tempo, diversas notícias tomaram conta dos veículos midiáticos, dando informações de que o heptacampeão da Fórmula 1 poderia até estar consciente. Com isso, surgiram muitos questionamentos sobre o que realmente estaria acontecendo com Schumi nesta internação.

Em uma reportagem especial, o Jornal Daily Express reuniu grandes nomes da medicina na atualidade para avaliarem o caso. A principal fonte foi Matilde Leonardi, diretora do Centro de Pesquisa sobre Coma do Instituto Neurológico de Milão. Em suas declarações, a especialista não teve papas na língua.

“Não há tratamento experimental com células-tronco que tenha um efeito positivo para pacientes em estado de consciência mínima como Michael Schumacher. As notícias divulgadas sobre o ex-piloto estão apenas alimentando falsas esperanças e iludindo as famílias dos pacientes”, começou dizendo.

Ainda no assunto, Matilde afirmou que a repercussão tende a ser negativa para os profissionais da medicina, tendo em vista que mais pessoas passarão a buscar possíveis soluções em um tratamento que segue em estudo.

“Ontem de manhã recebi duas ligações telefônicas de parentes de dois pacientes que queriam informações para permitir que seus filhos acessassem o mesmo tratamento. Eu me vi explicando que não sabemos nada sobre a existência desse tratamento”, disse a médica.

Finalizando suas considerações, a Doutora Leonardi ainda reforçou a ideia sobre a precipitação que se existe quando o assunto é o tratamento embasado em células-tronco.

“Todos esperamos que sim, mas a verdade é que (o tratamento) não existe, pelo menos por enquanto. Infelizmente, estudos conduzidos com células-tronco para doenças que afetam o cérebro e a medula não deram os efeitos esperados”, pontuou ela.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!