Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram Sportbuzz
Outros Esportes » FÓRMULA 1

Enfermeira afirma que Michael Schumacher está consciente!

A informação foi dada com exclusividade ao jornal francês "Le Parisien"

SportBuzz Digital Publicado em 11/09/2019, às 08h57

Michael Schumacher
Michael Schumacher - GettyImages

Michael Schumacher, ex-piloto de Fórmula 1, está consciente no hospital francês Georges-Pompidou, em Paris, segundo relatou uma enfermeira ao jornal “Le Parisien.”

De acordo com ela, Schumacher está no setor de cardiologia, em que ela trabalha: “Eu te asseguro que ele está consciente”.

Apurado pelo jornal parisiense, Schumacher será submetido a transfusões de células-tronco para alcançar uma ação “anti-inflamatória sistêmica”.

O tratamento será realizado pelo cirurgião cardíaco Philippe Menasché, membro do Instituto do Cérebro e da Medula Óssea do Hospital Pitié-Salpêtrière, em Paris.

O ex-piloto da Ferrari foi internado nesta terça-feira, 10, para receber este tratamento. A segurança do centro médico foi reforçada para que ninguém tenha acesso a dados médicos sigilosos, então a informação sobre o tratamento não foi negada nem confirmada pelos médicos responsáveis pelo caso.

Atualmente, o Heptacampeão está com 50 anos de idade, e vem realizando tratamentos desde o acidente nos Alpes Suíços, em 29 de dezembro de 2013, quando esquiava. Na queda, ele bateu a cabeça em uma pedra e sofreu lesões cerebrais sérias.

O piloto chegou a ficar sem batimentos, mas foi reanimado pela equipe médica e, em seguida, entrou em coma.

Após ficar mais de seis meses no Centro Hospitalar Universitário na França, foi levado para o Hospital de Vaus, na Suíça, para ficar mais perto dos familiares.

Em setembro de 2014, foi falado que o estado de saúde permitia o piloto ser tratado em casa, porém, foi ressaltado que não significava um avanço muito expressivo.

Desde então, as notícias de Schumacher quase nunca aparecem e a família faz questão de blindar o estado de saúde do piloto da mídia.

Com isso, não se sabe ao certo a real situação em que se encontra Schumacher.